Seet
Sobral – 300×100

Presidente do Tribunal de Justiça, Jacqueline Adorno, será a primeira mulher a assumir o Governo do Estado

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">A presidente do Tribunal de Justi&ccedil;a do Tocantins, Jacqueline Adorno de La Cruz Barbosa, ser&aacute; a primeira mulher a assumir o Governo do Tocantins. Isto porque o vice-governador Jo&atilde;o Oliveira e o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Raimundo Moreira, comunicaram &agrave; Casa Civil do Governo do Estado que n&atilde;o poder&atilde;o assumir, por motivos particulares, no per&iacute;odo de aus&ecirc;ncia do Governador Siqueira Campos, que entra em f&eacute;rias no pr&oacute;ximo dia 3 de janeiro. Jacqueline dever&aacute; ficar no Governo por um per&iacute;odo de 20 dias.<br />
<br />
<u><strong>Perfil</strong></u><br />
<br />
A presidente do Tribunal de Justi&ccedil;a do Estado do Tocantins, desembargadora Jacqueline Adorno de La Cruz Barbosa &eacute; natural de An&aacute;polis (GO). Formou-se pela Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goi&aacute;s, em Goi&acirc;nia. Especializou-se em Direito Penal e em Direito Processual pela Academia de Pol&iacute;cia de Goi&aacute;s. Iniciou sua carreira jur&iacute;dica no Estado do Tocantins em 1990, ap&oacute;s ser aprovada no I Concurso para Promotor de Justi&ccedil;a, tendo atuado nas Comarcas de Palmeir&oacute;polis, Paran&atilde;, Colm&eacute;ia e Porto Nacional. Em dezembro de 1997, foi promovida 3&ordf; Procuradora de Justi&ccedil;a, acumulando o cargo com a coordena&ccedil;&atilde;o dos Centros Integrados do Minist&eacute;rio P&uacute;blico a partir de 1999.<br />
<br />
Chefiou a Procuradoria Geral de Justi&ccedil;a do Estado do Tocantins entre os anos 2000 e 2002, sendo reconduzida para um segundo mandato. No entanto, em novembro de 2002, assumiu o cargo de Desembargadora, preenchendo a 12&ordf; vaga da Corte.<br />
<br />
Em sua trajet&oacute;ria de apenas nove anos no Tribunal de Justi&ccedil;a do Estado do Tocantins assumiu a Vice-Presid&ecirc;ncia da Corte durante o bi&ecirc;nio 2003/2005; integrou as Comiss&otilde;es de Sele&ccedil;&atilde;o e Treinamento (2007/2009), Organiza&ccedil;&atilde;o Judici&aacute;ria (2005/2007), Jurisprud&ecirc;ncia e Documenta&ccedil;&atilde;o (2005/2007), Or&ccedil;amento e Finan&ccedil;as (2003/2005) e Distribui&ccedil;&atilde;o (2003/2005); presidiu a 1&ordf; C&acirc;mara C&iacute;vel (2003/2005) e a 2&ordf; C&acirc;mara Criminal (2005/2007 e 2007/2009); foi Vice-Diretora da Escola Superior da Magistratura (2007/2009); membro do Conselho Administrativo da ESMAT (2003/2005) e do Conselho Superior da Magistratura (2003-2005), al&eacute;m de coordenadora de Inform&aacute;tica do Tribunal de Justi&ccedil;a (2008/2009).<br />
<br />
Jacqueline Adorno tamb&eacute;m atuou no Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins como Ju&iacute;za de elei&ccedil;&otilde;es e suplente de Corregedor.<br />
<br />
A nova presidente &eacute; casada com Gl&aacute;ucio e m&atilde;e de dois filhos, Brenda e Gl&aacute;ucio Jr.</span></div>

Comentários pelo Facebook: