TO recebe comitiva da União Européia para propor parcerias em pesquisa e inovação tecnológica

admin -

<span style="font-size:14px;">Com o objetivo de fomentar parcerias e trocar experi&ecirc;ncias sobre pesquisas e inova&ccedil;&atilde;o, governo do Estado, por meio da Secretaria do Desenvolvimento Econ&ocirc;mico, Ci&ecirc;ncia, Tecnologia e Inova&ccedil;&atilde;o (Sedecti) e representantes da Uni&atilde;o Europ&eacute;ia estar&atilde;o reunidos em um semin&aacute;rio, at&eacute; a pr&oacute;xima sexta-feira, 12 de setembro, na capital Palmas.<br />
<br />
A delega&ccedil;&atilde;o, formada pelo embaixador da Eslov&aacute;quia no Brasil, Milan Cig&aacute;n, representantes da embaixada e da Uni&atilde;o Europ&eacute;ia, chegou ao Tocantins na quarta-feira, 10, e tem a inten&ccedil;&atilde;o de apresentar o novo programa de pesquisa e inova&ccedil;&atilde;o da Uni&atilde;o Europ&eacute;ia &ndash; Horizonte 2020 para a comunidade cientifica e acad&ecirc;mica do Tocantins.<br />
<br />
De acordo com o secret&aacute;rio de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico, Paulo Massuia, o Estado, assim como os membros da Uni&atilde;o Europ&eacute;ia, vai apresentar seus programas e a&ccedil;&otilde;es na &aacute;rea de tecnologia e inova&ccedil;&atilde;o com o objetivo de firmar parcerias de coopera&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Buscamos mostrar o Tocantins dentro e fora do pr&oacute;prio pa&iacute;s e temos como foco trazer tecnologia para o Estado que possam desenvolver a economia. Aqui vamos conhecer ambas as potencialidades no setor tecnol&oacute;gico, e com essas informa&ccedil;&otilde;es temos a oportunidade de firmar parcerias muito importantes&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
O embaixador da Eslov&aacute;quia no Brasil, Milan Cig&aacute;n, destacou que existe um interesse mutuo do Tocantins e da Uni&atilde;o Europ&eacute;ia em firmarem parcerias. <em>&ldquo;Temos que identificar em que &aacute;reas existem interesse no setor de tecnologia para que possam ser assinados acordos de coopera&ccedil;&atilde;o. Queremos mostra as perspectivas de futuro por meio de nossa coopera&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, destacou.<br />
<br />
Ao final do evento, tr&ecirc;s empres&aacute;rio do Estado foram convidados para participar de uma feira na Pol&ocirc;nia, com tudo pago. Participam do evento o chefe do setor de Ci&ecirc;ncia, Tecnologia e Inova&ccedil;&atilde;o da Delega&ccedil;&atilde;o da Uni&atilde;o Europeia no Brasil, Piero Venturi, representantes das embaixadas da Eslov&aacute;quia, Espanha, Pol&ocirc;nia e Portugal, o secret&aacute;rio da Sedecti, Paulo Massuia, entre outros secret&aacute;rios de Estado e pesquisadores do setor de tecnologias do Tocantins.<br />
<br />
O coordenador do N&uacute;cleo de Inova&ccedil;&atilde;o Tecnol&oacute;gica da Funda&ccedil;&atilde;o Universidade do Tocantins (Unitins), Enoch Borges de Oliveira Filho, realiza pesquisa com o congelamento de embri&atilde;o bovino para fecunda&ccedil;&atilde;o in vitro est&aacute; entre os representantes do Tocantins que apresentar&atilde;o projetos de pesquisa. &ldquo;<em>O objetivo &eacute; apresentar o trabalho e conhecer as tecnologias que j&aacute; est&atilde;o sendo desenvolvidas por eles e que possam facilitar o nosso trabalho&rdquo;</em>, apontou.<br />
<br />
A principal ferramenta da Uni&atilde;o Europ&eacute;ia para fomentar pesquisa e desenvolvimento tecnol&oacute;gico no continente europeu, o programa Horizonte 2020, tamb&eacute;m &eacute; aberto para a participa&ccedil;&atilde;o de outros pa&iacute;ses por meio de cons&oacute;rcios e disp&otilde;e de um or&ccedil;amento de 80 bilh&otilde;es de euros para ser investido no setor de pesquisa e inova&ccedil;&atilde;o durante um per&iacute;odo de sete anos. O programa deve priorizar projetos que valorizam a excel&ecirc;ncia cient&iacute;fica, lideran&ccedil;a industrial e desafios sociais.</span>

Comentários pelo Facebook: