Escola de Araguaína homenageia grandes nomes da literatura tocantinense em Café Literário

admin -

<span style="font-size:14px;">O Centro de Ensino M&eacute;dio Dr. Jos&eacute; Alu&iacute;sio da Silva Luz, em Aragua&iacute;na (TO), promoveu na manh&atilde; da &uacute;ltima sexta-feira (12), um Caf&eacute; Liter&aacute;rio com o tema &quot;Nossa literatura Nossa Cultura&quot;. Na oportunidade foram homenageados nomes e percussores da literatura tocantinense.<br />
<br />
O evento contou com estudo das biografias dos principais autores do Estado como:&nbsp; Jos&eacute; Francisco Concesso, Edson Gallo, Orestes Branquinho, Janete dos Santos (UFT), Juarez Moreira Filho, &Acirc;ngelo Bruno, dentre outros escritores dos mais diversos g&ecirc;neros liter&aacute;rios.<br />
<br />
Os alunos fizeram declama&ccedil;&atilde;o de poemas dos escritores homenageados e dramatiza&ccedil;&atilde;o de v&aacute;rios contos, em especial os&nbsp; de Juarez Moreira Filho, com a obra &quot;Tipos de Rua&quot;. Outra atra&ccedil;&atilde;o foi a apresenta&ccedil;&atilde;o da &ldquo;S&uacute;ssia&rdquo;, dan&ccedil;a t&iacute;pica do sudeste do Tocantins. O ritmo concentra tra&ccedil;os da cultura ind&iacute;gena e africana e &eacute; entoada ao som de tambores.<br />
<br />
A manh&atilde; liter&aacute;ria foi animada ao som de m&uacute;sicas de cantores regionais&nbsp; interpretados pelos pr&oacute;prios alunos que abrilhantaram ainda mais o evento.Outra importante atra&ccedil;&atilde;o foi a participa&ccedil;&atilde;o do professor e tamb&eacute;m escritor Rallyn Barros, que comentou a import&acirc;ncia do evento, bem como a necessidade de se investir na produ&ccedil;&atilde;o liter&aacute;ria e pesquisa hist&oacute;rica local como formas de descobrir e documentar a cultura tocantinense.<br />
<br />
Segundo os professores de L&iacute;ngua Portuguesa, o evento surgiu da tentativa de tornar mais din&acirc;mico e atrativo o ensino de literatura em especial a literatura produzida pelos nossos pr&oacute;prios autores. O objetio &eacute; que os alunos conhe&ccedil;am e tamb&eacute;m sintam-se capazes de produzir literatura.</span>

Comentários pelo Facebook: