Seet
Sobral – 300×100

Douglas fala em ‘coincidência’ e afirma que Eduardo ‘se aproveita de um momento de injustiça’

admin -

<span style="font-size:14px;">O empres&aacute;rio do ramo de constru&ccedil;&otilde;es Douglas Marcelo Alencar Schimitt, apontado pela Pol&iacute;cia Civil de Goi&aacute;s como l&iacute;der do grupo preso com R$ 504 mil em dinheiro e &ldquo;santinhos&rdquo; em avi&atilde;o, afirmou que est&aacute; sendo usado para prejudicar a campanha de Marcelo Miranda (PMDB) ao governo do Tocantins.&nbsp;<br />
<br />
Segundo o <em>Portal T1 Not&iacute;cias</em>, diferentemente do que foi divulgado pela pol&iacute;cia goiana, Douglas negou que em algum momento tenha associado o dinheiro a qualquer campanha eleitoral no Tocantins. &ldquo;Usaram de uma maldade para tentar me prejudicar e para prejudicar o Marcelo Miranda&rdquo;, afirmou.<br />
&nbsp;<br />
&ldquo;N&atilde;o existiu depoimento meu falando isto. O que aconteceu foi que a pol&iacute;cia foi pra l&aacute; achando que ia prender traficante internacional de drogas. Eu t&ocirc; pagando o pre&ccedil;o de estar carregando aquele dinheiro em esp&eacute;cie. &Eacute; um problema meu que n&atilde;o tem nada a ver com pol&iacute;tica. Quando a pol&iacute;cia viu que n&atilde;o tinha droga, ligou o dinheiro aos santinhos que estavam no avi&atilde;o pra salvar a opera&ccedil;&atilde;o deles&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
<u><strong>Eduardo se aproveita do momento</strong></u><br />
<br />
Em carta escrita de pr&oacute;prio punho, Douglas afirma que sempre foi ligado ao grupo do ex-governador Siqueira Campos. &ldquo;Apoiei em 2006 contra o ex- Marcelo Miranda, e em 2010 fui um dos maiores aliados do ex-senador Eduardo Siqueira. Isso n&atilde;o &eacute; novidade para ningu&eacute;m no Estado&rdquo;.<br />
<br />
Em outro trecho da carta ele afirma: &ldquo;na campanha deste ano at&eacute; come&ccedil;amos juntos&rdquo;. E informa ter participado de uma reuni&atilde;o com Eduardo em Anan&aacute;s, na casa do prefeito Silvestre para onde voou com o candidato a deputado estadual e outra em Gurupi, na casa do candidato Walter Jr.<br />
<br />
&ldquo;Eu fiquei 30 dias no hotel Munart pago pelo sr ESC. Levei v&aacute;rias pessoas ao seu AP para apoi&aacute;-lo. Agora o mesmo vem se aproveitar de um momento de injusti&ccedil;a cometido pela pol&iacute;cia local para me envolver ao ex-governador MM pessoa tal que n&atilde;o vejo h&aacute; muitos anos&rdquo;, acusa.<br />
<br />
<u><strong>Sem v&iacute;nculo com Miranda</strong></u><br />
<br />
Em outro trecho da carta, Douglas questiona de que forma Miranda lhe confiaria capta&ccedil;&atilde;o de dinheiro para campanha. &ldquo;Como o MM confiaria 500 mil reais a mim com um hist&oacute;rico desse? com tantos que o acompanha h&aacute; anos para faz&ecirc;-lo. Isso &eacute; uma maldade sem tamanho comigo, pois sabendo ele a situa&ccedil;&atilde;o financeira que eu me encontrava(…)&rdquo;, diz, referindo-se ao at&eacute; ent&atilde;o amigo, ex-senador Eduardo.<br />
&nbsp;<br />
Segundo Douglas, ele &eacute; empres&aacute;rio do ramo da constru&ccedil;&atilde;o civil no estado h&aacute; 16 anos e embora tenha apoiado o grupo Siqueira, vinha passando por situa&ccedil;&atilde;o financeira dif&iacute;cil. &ldquo;Eu estava fora do TO h&aacute; mais de dez dias tentando um empr&eacute;stimo para regularizar minha situa&ccedil;&atilde;o (sic)&rdquo;.<br />
<br />
Douglas informou ter obtido um empr&eacute;stimo numa empresa de factoring e utilizado a conta de um amigo: &ldquo;Pedi a conta de um amigo emprestada pessoa essa totalmente ligada ao candidato Sandoval. &Eacute; s&oacute; olharem o Facebook dele q veram isso(sic)&rdquo;.<br />
<br />
Sobre os santinhos, Douglas afirma na carta: &ldquo;Quanto aos santinhos do ent&atilde;o candidato Gaguim foi uma fatal coincid&ecirc;ncia pois o dono da aeronave havia lhe emprestado dias antes, pr&aacute;tica comum no Tocantins&rdquo;.<br />
&nbsp;<br />
<u><strong>Sem apoio pol&iacute;tico</strong></u><br />
<br />
No trecho final da carta, Douglas afirma: &ldquo;n&atilde;o apoio MM, muito menos S.C&rdquo;. Em seguida ele justifica, sustentando que &ldquo;me retirei da campanha do senhor ESC desencutido com pol&iacute;tica pois de 2010/2014 n&atilde;o tive benef&iacute;cio nenhum com isso&rdquo;.<br />
&nbsp;<br />
E finaliza: &ldquo;n&atilde;o conhe&ccedil;o o MM. Isso &eacute; injusti&ccedil;a com ele e comigo&rdquo;.<br />
<br />
<em>(Fonte: T1 Not&iacute;cias)</em></span>

Comentários pelo Facebook: