Sobral – 300×100
Seet

Organização Mundial da Saúde adverte que mau hálito atinge quase 40% da população

admin -

<span style="font-size:14px;">Nesta segunda, 22 de setembro, foi o Dia Nacional de Combate ao Mau H&aacute;lito. De acordo com estudos da Organiza&ccedil;&atilde;o Mundial de Sa&uacute;de (OMS), quase 40% da popula&ccedil;&atilde;o mundial sofre de halitose e em 90% dos casos o problema est&aacute; relacionado &agrave; exist&ecirc;ncia de c&aacute;ries e m&aacute; higiene bucal. E o mais curioso desses dados, &eacute; que a grande maioria dessas pessoas simplesmente desconhece ter o problema.&nbsp; A halitose &eacute; uma altera&ccedil;&atilde;o desagrad&aacute;vel do h&aacute;lito, e acontece principalmente por causa do ac&uacute;mulo de restos alimentares nos espa&ccedil;os das pr&oacute;teses fixas e m&oacute;veis ou entre os dentes e tamb&eacute;m no dorso da l&iacute;ngua.<br />
<br />
De acordo com o cirurgi&atilde;o dentista, Cyro Guardiola, respons&aacute;vel pelo Centro Odontol&oacute;gico Integrado (COI), a melhor forma de preven&ccedil;&atilde;o &eacute; escovar corretamente os dentes ap&oacute;s as refei&ccedil;&otilde;es e principalmente &agrave; noite, antes de dormir. E n&atilde;o se esquecer de utilizar o fio dental e fazer a limpeza da l&iacute;ngua, local que muita gente n&atilde;o se lembra de escovar. &ldquo;Quando n&atilde;o h&aacute; problema de m&aacute; escova&ccedil;&atilde;o e higiene bucal, e ainda assim existe a evid&ecirc;ncia do mau h&aacute;lito, como &eacute; conhecido popularmente, o problema pode estar sendo causado por alguma altera&ccedil;&atilde;o bucal como gengivite, periodontite, restaura&ccedil;&otilde;es e pr&oacute;teses mal adaptadas, s&iacute;tios infecciosos entre outros. Cerca de 90% das causas da halitose se encontram na boca, outros problemas podem estar relacionados a doen&ccedil;as respirat&oacute;rias, digestivas ou at&eacute; mesmo devido a altera&ccedil;&otilde;es hormonais e estresse. Consulte seu cirurgi&atilde;o dentista em caso de d&uacute;vidas que ele poder&aacute; diagnosticar a causa e estabelecer o tratamento necess&aacute;rio&rdquo;, esclarece.<br />
<br />
Outras medidas tamb&eacute;m podem ser tomadas para reduzir as causas da halitose, como a ingest&atilde;o de &aacute;gua com frequ&ecirc;ncia, o consumo de alimentos com fibras, a redu&ccedil;&atilde;o de comidas gordurosas, cigarros, caf&eacute; e frituras. E a visita regular a um cirurgi&atilde;o dentista, para realizar uma limpeza mais profunda, e detectar e tratar outras situa&ccedil;&otilde;es que podem causar o mau h&aacute;lito, como uma gengivite ou pr&oacute;teses e restaura&ccedil;&otilde;es com algum problema de fixa&ccedil;&atilde;o, por exemplo. Se nenhuma dessas a&ccedil;&otilde;es der resultado, &eacute; recomend&aacute;vel que a pessoa consulte um m&eacute;dico para avaliar se o seu mau h&aacute;lito est&aacute; relacionado a um problema mais grave.</span>

Comentários pelo Facebook: