Marcelo Miranda faz carreatas e comícios em quatro cidades; população faz denúncias

admin -

<span style="font-size:14px;">O candidato a governador Marcelo Miranda (PMDB), acompanhado da comitiva 15, visitou neste domingo (28), os munic&iacute;pios&nbsp; de Pedro Afonso, Fortaleza do Taboc&atilde;o, Colm&eacute;ia e Guara&iacute;, aonde realizou grandes carreatas e com&iacute;cios.<br />
<br />
Mesmo sob sol e chuva simultaneamente, que amenizava o calor, a popula&ccedil;&atilde;o de Pedro Afonso saiu &agrave;s ruas para sinalizar positivamente o seu apoio a Marcelo Miranda. <em>&quot;O Tocantins tem duas hist&oacute;rias, uma antes e depois de Marcelo e n&oacute;s queremos reviver a hist&oacute;ria com ele no governo&quot;</em> – disse entusiasmada, Maria Priscila de Oliveira, 43 anos, dona de casa.<br />
<br />
<u><strong>Hospital fechando as portas</strong></u><br />
<br />
Durante o seu pronunciamento, o ex-prefeito de Colm&eacute;ia, Ermilson Pereira Rodrigues denunciou a precariedade do atendimento no Hospital de Pequeno Porte do munic&iacute;pio.<br />
<br />
&quot;Marcelo, por favor, nos ajude, n&atilde;o deixe que o nosso hospital feche as portas porque &eacute; s&oacute; o que est&aacute; faltando. N&atilde;o h&aacute; medicamentos, insumos e at&eacute; os m&eacute;dicos est&atilde;o deixando de trabalhar porque n&atilde;o recebem sal&aacute;rios h&aacute; tr&ecirc;s meses&quot; – relatou o ex-prefeito, informando que at&eacute; para se ter pequenos procedimentos de emerg&ecirc;ncia &eacute; preciso ir para Guara&iacute;.<br />
<br />
Marcelo garantiu que o SOS sa&uacute;de ser&aacute; uma de suas primeiras a&ccedil;&otilde;es, caso seja eleito, para devolver a dignidade das pessoas: <em>&quot;Aguentem firmes, n&atilde;o deixem fechar o hospital porque vamos recuper&aacute;-lo, abastec&ecirc;-lo e equip&aacute;-lo, com o choque de gest&atilde;o do S.O.S Sa&uacute;de e devolver a dignidade &agrave; sa&uacute;de dos tocantinenses&quot;</em> – afirmou Miranda.<br />
<br />
<u><strong>Judia&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
Ermilson denunciou ainda que o transporte escolar da zona rural foi cortado pela metade. <em>&quot;Havia dois &ocirc;nibus e agora s&oacute; tem um ve&iacute;culo que tem transportado as crian&ccedil;as de forma irrespons&aacute;vel, pois crian&ccedil;as de seis anos est&atilde;o saindo de casa &agrave;s quatro horas da manh&atilde; e retornando &agrave;s 14 horas e isso &eacute; uma judia&ccedil;&atilde;o&quot;</em> – protestou.</span>

Comentários pelo Facebook: