TRE suspende divulgação de pesquisa que aponta empate técnico entre Marcelo e Sandoval

admin -

<span style="font-size:14px;">O Tribunal Regional Eleitoral (TRE-TO) suspendeu no s&aacute;bado, 27,&nbsp; a divulga&ccedil;&atilde;o da pesquisa eleitoral para governador do Tocantins, em que Marcelo Miranda (PMDB) e Sandoval Cardoso (SD) aparecem empatados tecnicamente.&nbsp; Segundo consta na decis&atilde;o liminar do desembargador Eur&iacute;pedes Lamounier, o Instituto respons&aacute;vel pelo levantamento n&atilde;o apresentou dados sobre o n&iacute;vel econ&ocirc;mico dos entrevistados.<br />
<br />
No &uacute;ltimo dia 26, um informe publicit&aacute;rio foi divulgado no WatsApp, no Jornal do Tocantins e no perfil de Sandoval Cardoso, no Facebook, adiantando o resultado da pesquisa. &ldquo;<em>A virada come&ccedil;ou! (…) Arrocha de l&aacute;, que eu arrocho de c&aacute;,&rdquo;</em> dizia o post. O custo da divulga&ccedil;&atilde;o do informe publicit&aacute;rio, na m&iacute;dia, foi de 20 mil reais.<br />
<br />
A Assessoria de Comunica&ccedil;&atilde;o da Coliga&ccedil;&atilde;o de Sandoval tamb&eacute;m encaminhou &agrave; imprensa os dados da pesquisa ressaltando o empate t&eacute;cnico entre os candidatos. O <em>AF Not&iacute;cias</em> havia tamb&eacute;m divulgado, mas retirou do ar ap&oacute;s ser constatada a aus&ecirc;ncia de dados obrigat&oacute;rios na pesquisa eleitoral.&nbsp;<br />
<br />
Segundo consta no sistema do TRE, a pesquisa foi realizada pelo Instituto Gauss em 33 munic&iacute;pios e ouviu 3.830 eleitores. O levantamento foi encomendado pela empresa KFS de Oliveira (Jornal Aragua&iacute;na News), pelo valor de 30 mil reais, e registrada no TRE sob&nbsp; protocolo TO-00037/2014.&nbsp;<br />
<br />
O resultado estava previsto para ser divulgado na &iacute;ntegra pelo Jornal nesta ter&ccedil;a-feira, 30. O desembargador estipulou uma multa de 5 mil reais, caso o ve&iacute;culo de comunica&ccedil;&atilde;o desobede&ccedil;a a decis&atilde;o judicial.</span>

Comentários pelo Facebook: