Sobral – 300×100
Seet

Após 7 h de tensão, tocantinense que fez ameaça terrorista se entrega; "complexas" exigências não foram atendidas

admin -

<span style="font-size:14px;">O tocantinense&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">Jac Souza dos Santos, 30 anos,&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">homem que fazia um ref&eacute;m desde as 8h30 desta segunda-feira (29/9) acabou de se render. Algemado ao&nbsp;funcion&aacute;rio do hotel, que retirou o colete com os suspotos explosivos, ele apareceu na sacada de um apartamento com as m&atilde;os para cima. A Pol&iacute;cia vai encaminhar o suspeito para a 5&ordf; DP (&Aacute;rea Central). O ref&eacute;m, em estado de choque, ser&aacute; levado para o hospital.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">De acordo com o delegado Paulo Henrique, que acompanhou as negocia&ccedil;&otilde;es, o suspeito usou uma arma falsa durante o sequestro. H&aacute; tamb&eacute;m a suspeita de que os explosivos usados na a&ccedil;&atilde;o n&atilde;o sejam verdadeiros.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">De acordo com os negociadores, Jac chegou a pedir uma bandeira do Brasil. Ele</span><span style="font-size:14px;">&nbsp;nasceu em Arraias e mora atualmente em Combinado, cidades do Tocantins. Jac disputou elei&ccedil;&atilde;o para vereador em 2008 pelo Partido Progressista, mas n&atilde;o foi eleito e atuou como Secret&aacute;rio Municipal de Agricultura de Combinado entre 2009 a 2012.<br />
<br />
Jac &eacute; tamb&eacute;m membro do Diret&oacute;rio Estadual do PP. Entre suas exig&ecirc;ncias, classificadas como &quot;complexas&quot;, pela pol&iacute;cia, estavam a sa&iacute;da da presidente Dilma, a aplica&ccedil;&atilde;o imediata da Lei da Ficha Limpa e a extradi&ccedil;&atilde;o do italiano Cesare Battisti. Nenhuma delas foram atendidas.&nbsp;</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">No momento da invas&atilde;o, havia 300 pessoas no hotel. De acordo com o cozinheiro-chefe, que n&atilde;o quis dizer o nome, o homem teria feito check-in em dois quartos no 10&ordm; andar, por volta das 5h desta segunda-feira. Tr&ecirc;s horas depois, ele teria invadido o primeiro c&ocirc;modo. Toda a &aacute;rea pr&oacute;xima ao hotel est&aacute; interditada. O homem bateu nas portas dos quartos e pediu aos h&oacute;spedes que deixassem o hotel, pois era uma amea&ccedil;a terrorista.</span>

Comentários pelo Facebook: