Apenas 7 dos 24 deputados compareceram para votar lei do Igeprev; ausentes foram vaiados

admin -

<span style="font-size:14px;">Na sess&atilde;o desta ter&ccedil;a-feira, 30 de setembro, os deputados estaduais que n&atilde;o comparecerem &agrave; Assembleia Legislativa (AL) foram vaiados pelos servidores estaduais que se encontravam nas galerias para acompanhar a vota&ccedil;&atilde;o da Lei do Igeprev. As vaias aconteceram quando o deputado Jos&eacute; Geraldo anunciou a suspens&atilde;o dos trabalhos por falta de quorum.<br />
<br />
Apenas 07 dos 24 deputados haviam registrado presen&ccedil;a no painel eletr&ocirc;nico da Casa. Compareceram &agrave; sess&atilde;o os deputados: Jos&eacute; Geraldo; Am&aacute;lia Santana; Jos&eacute; Roberto; Sargento Arag&atilde;o; Ricardo Ayres; Raimundo Moreira e Eli Borges.<br />
<br />
<u><strong>Os faltosos</strong></u><br />
<br />
Os deputados <u>Am&eacute;lio Cayres</u>; <u>Eduardo do Dertins</u>; <u>Freire J&uacute;nior</u>; <u>Iderval Silva</u>; <u>Jorge Frederico</u>; <u>Josi Nunes</u>; <u>Augusto Pugliesi</u>; <u>Jos&eacute; Bonif&aacute;cio</u>; <u>Luana Ribeiro</u>; <u>Marcelo Lelis</u>; <u>Osires Damaso</u>; <u>Solange Duailibe</u>; <u>Stalin Bucar</u>; <u>Toinho Andrade</u>; <u>Vilmar do Detran</u> e <u>Vanderlei Barbosa</u> n&atilde;o compareceram &agrave; Assembleia para as vota&ccedil;&otilde;es, mesmo sendo dia de sess&atilde;o ordin&aacute;ria. O deputado Manoel Queiroz est&aacute; em licen&ccedil;a.<br />
<br />
<u><strong>Desrespeito e falta de compromisso</strong></u><br />
<br />
O presidente do Sindicato dos Servidores P&uacute;blicos no Estado do Tocantins (Sisepe-TO), Cleiton Pinheiro, juntamente com outras lideran&ccedil;as sindicais, tamb&eacute;m estava na Assembleia para cobrar dos deputados a vota&ccedil;&atilde;o da Lei do Igeprev, conforme havia sido acordado com o Governo. <em>&ldquo;A aus&ecirc;ncia dos deputados nas derradeiras sess&otilde;es demonstra, mais uma vez, a falta de compromisso e o desrespeito deles para com os servidores p&uacute;blicos&rdquo;</em>, afirma o presidente do Sisepe.<br />
<br />
<u><strong>Governo desmobilizou sua base</strong></u><br />
<br />
Para Cleiton Pinheiro, o Governo desmobilizou a base governista na Assembleia justamente para n&atilde;o aprovar a Lei do Igeprev que garante maior autonomia ao Instituto, com todos os cargos de gest&atilde;o ocupados por servidores de carreira. &ldquo;Se o Governo tivesse realmente interesse em aprovar esse projeto, ele teria convocado sua base para limpar a pauta e aprovar a Lei do Igeprev&rdquo;, argumenta Cleiton Pinheiro.<br />
<br />
As entidades classistas dos servidores p&uacute;blicos e os servidores prometem retornar &agrave; Assembleia Legislativa nesta quarta-feira, 1&ordm; de outubro para continuar pressionando os deputados a comparecerem &agrave;s sess&otilde;es e votarem os projetos. (Ascom Sisepe)</span>

Comentários pelo Facebook: