Seet
Sobral – 300×100

Parlamentar goiano pede explicação sobre convênio entre MST e governo venezuelano

admin -

<span style="font-size:14px;">O senador eleito por Goi&aacute;s nas elei&ccedil;&otilde;es deste ano e deputado federal, Ronaldo Caiado (DEM), apresentou dois requerimentos na &uacute;ltima quinta-feira (30/10) convocando os ministros de Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, e o de Desenvolvimento Agr&aacute;rio, Laudemir Andr&eacute; M&uuml;ller, para prestar explica&ccedil;&otilde;es sobre um conv&ecirc;nio assinado recentemente. O documento expedido pelo ruralista solicita que eles falem sobre contrato assinado entre o Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) e o governo venezuelano.<br />
<br />
De acordo com nota encaminhada &agrave; imprensa, uma visita do ministro venezuelano do Poder Popular para as Comunas, El&iacute;as Jaua, foi marcada para a firma&ccedil;&atilde;o dos conv&ecirc;nios. O grupo estaria no Brasil para realizar um programa para &ldquo;treinamento e desenvolvimento de comunidade&rdquo;. &ldquo;Foi assim que come&ccedil;ou o treinamento de uma for&ccedil;a paramilitar de repress&atilde;o aos movimentos contr&aacute;rios a Ch&aacute;vez na Venezuela&rdquo;, disse Caiado. &ldquo;Essa conversa de ajuda no campo esconde interesses muito mais sombrios e &eacute; uma afronta a nossa Constitui&ccedil;&atilde;o, uma invas&atilde;o silenciosa&rdquo;, atacou o deputado.<br />
<br />
O democrata tamb&eacute;m encaminhou outro documento ao procurador regional da Rep&uacute;blica da 1&ordf; Regi&atilde;o, Wellington Cabral Saraiva, onde solicitou que o Minist&eacute;rio P&uacute;blico (MP) investigue poss&iacute;veis repasses financeiros do governo federal por meio de Organiza&ccedil;&otilde;es n&atilde;o governamentais (ONGs) para o MST. De acordo com Caiado, a pr&aacute;tica contraria artigos da Constitui&ccedil;&atilde;o que se baseiam em &ldquo;valores sociais do trabalho e da livre inciativa&rdquo;, al&eacute;m do &ldquo;direito &agrave; propriedade socialmente funcional&rdquo;.<br />
<br />
Caiado tamb&eacute;m convidou para a Comiss&atilde;o de Rela&ccedil;&otilde;es Exteriores a deputada venezuelana de oposi&ccedil;&atilde;o, Maria Corina. &ldquo;Corina est&aacute; sendo perseguida pela ditadura venezuelana e j&aacute; veio aqui no Brasil nos alertar sobre esse risco. O seu depoimento vai ajudar a tornar claro as verdadeiras pretens&otilde;es desse ministro em nosso territ&oacute;rio&rdquo;, concluiu.</span>

Comentários pelo Facebook: