Seet
Sobral – 300×100

Mais dois promotores de justiça vão reforçar investigações no Igeprev

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Em sess&atilde;o do Col&eacute;gio de Procuradores de Justi&ccedil;a (CPJ), realizada nesta segunda-feira, 03, os membros da administra&ccedil;&atilde;o superior deliberaram sobre a necessidade do refor&ccedil;o de mais dois Promotores de Justi&ccedil;a para atuarem nas investiga&ccedil;&otilde;es sobre a gest&atilde;o dos recursos do Instituto de Gest&atilde;o Previdenci&aacute;ria do Estado do Tocantins (IGEPREV).<br />
<br />
O Promotor Adriano Cesar Pereira das Neves, que atualmente comanda as linhas de investiga&ccedil;&atilde;o, fez o requerimento do apoio de outros membros para auxiliar na apura&ccedil;&atilde;o das den&uacute;ncias de irregularidades na administra&ccedil;&atilde;o dos recursos do Igeprev. A Procuradora-Geral de Justi&ccedil;a Vera Nilva &Aacute;lvares Rocha Lira, disse que autorizar&aacute; os promotores de justi&ccedil;a Edson Azambuja e Miguel Batista de Siqueira Filho para atuarem em conjunto.<br />
<br />
Em junho de 2012, o promotor de Justi&ccedil;a, Adriano Neves, titular da 28&ordf; Promotoria de Justi&ccedil;a da capital, instaurou Procedimento Preparat&oacute;rio de Inqu&eacute;rito Civil para apurar poss&iacute;veis iregularidades que chegaram ao conhecimento do Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) por meio de representa&ccedil;&atilde;o protocolada pelo deputado eleito Paulo Mour&atilde;o.<br />
<br />
As investiga&ccedil;&otilde;es tamb&eacute;m se estendem em rela&ccedil;&atilde;o as aplica&ccedil;&otilde;es temer&aacute;rias do Igeprev com o objetivo de constatar se houve ou n&atilde;o preju&iacute;zos da ordem de 300 milh&otilde;es de reais ao Instituto dos servidores p&uacute;blicos. Caso positivo, apontar os respons&aacute;veis para que respondam conforme a lei. <em>(Com informa&ccedil;&otilde;es da Assessoria do MPE)</em></span>

Comentários pelo Facebook: