Seet
Sobral – 300×100

Oi, Claro e Tim são acionadas na justiça por causa da má qualidade dos serviços

admin -

<span style="font-size:14px;">O Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) ajuizou nesta ter&ccedil;a-feira, 04, tr&ecirc;s A&ccedil;&otilde;es Civis P&uacute;blicas (ACPs) em desfavor das prestadoras de servi&ccedil;o de telefonia m&oacute;vel Oi, Claro e Vivo em virtude da m&aacute; qualidade dos servi&ccedil;os prestados aos consumidores de Aragua&iacute;na, no Norte do Tocantins.<br />
<br />
Em fevereiro deste ano a mesma Promotoria de Justi&ccedil;a j&aacute; havia ingressado com ACP em desfavor da operadora Tim.<br />
<br />
A Promotora de Justi&ccedil;a Ara&iacute;na Ces&aacute;rea Ferreira dos Santos D&#39;Alessandro, autora das a&ccedil;&otilde;es, informou que as reclama&ccedil;&otilde;es da popula&ccedil;&atilde;o com rela&ccedil;&atilde;o &agrave; qualidade do servi&ccedil;o oferecido pelas empresas em quest&atilde;o s&atilde;o recorrentes.<br />
<br />
<em>&quot;Com frequ&ecirc;ncia, os telefones celulares encontram-se indispon&iacute;veis para receber e efetuar liga&ccedil;&otilde;es e, em outras oportunidades, a transmiss&atilde;o da voz &eacute; truncada, quase inintelig&iacute;vel para os interlocutores. Tamb&eacute;m h&aacute;, com mais frequ&ecirc;ncia ainda, queda de sinal no meio das liga&ccedil;&otilde;es&quot;,</em> disse Ara&iacute;na D&#39;Alessandro.<br />
<br />
A Promotora de Justi&ccedil;a pede a concess&atilde;o de liminar para que as operadoras cobrem a metade do valor dos clientes p&oacute;s-pagos, conceda o dobro de cr&eacute;dito aos clientes pr&eacute;-pagos, al&eacute;m do pagamento de indeniza&ccedil;&atilde;o por danos materiais individuais e morais coletivos. O MPE solicita, ainda, que seja publicado edital para que os clientes interessados possam participar do processo.</span>

Comentários pelo Facebook: