Sobral – 300×100
Seet

Candidatos ao Governo do TO gastaram mais de 22,5 milhões

admin -

<span style="font-size:14px;">O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgou nesta quarta-feira (5) a presta&ccedil;&atilde;o de contas final dos candidatos que concorreram &agrave;s elei&ccedil;&otilde;es de 2014 no Tocantins. Juntos, os candidatos ao Pal&aacute;cio Araguaia gastaram mais de 22,5 milh&otilde;es de reais. Sandoval Cardoso (SD) foi o que mais atraiu doadores, ele arrecadou e gastou mais de 12 milh&otilde;es de reais.<br />
<br />
<u><strong>Sandoval</strong></u><br />
<br />
O sistema do TSE cont&eacute;m detalhamento de recursos angariados e despesas realizadas, al&eacute;m de informa&ccedil;&otilde;es de doadores e fornecedores. De acordo com dados do TSE, o governador Sandoval Cardoso, que tentou a reelei&ccedil;&atilde;o, atraiu R$ 12.071.888,62 de doa&ccedil;&otilde;es e os gastos somaram R$ 12.070.881,62.<br />
<br />
As fontes das principais receitas vieram de empreiteiras e do pr&oacute;prio Sandoval. Ele recebeu da empresa de seu cunhado, Alvicto Ozores Nogueira e Cia Ltda ( R$ 1,2 milh&atilde;o), Jofege Pavimenta&ccedil;&atilde;o e Constru&ccedil;&atilde;o Ltda (R$ 1 milh&atilde;o), Trail Infraestrutura Ltda (mais de R$ 367 mil), Construtora Marquise S.A (R$ 260 mil) e doou a si pr&oacute;prio cerca de R$ 1.158.770,69.<br />
<br />
<u><strong>Marcelo</strong></u><br />
<br />
O segundo lugar ficou com o governador eleito Marcelo Miranda (PMDB), que declarou ter recebido e gastado R$ 7.255.534,88. Marcelo tamb&eacute;m atraiu as empreiteiras e grandes empresas. As principais doa&ccedil;&otilde;es vieram da EMSA Empresa Sul Americana de Montagens S/A (mais de R$ 1,3 milh&atilde;o), Construtora Marquise S/A (R$ mais de 341 mil), VALE Energia S/A (R$ 300 mil) Bradesco Capitaliza&ccedil;&atilde;o S/A (R$ 250.400) JBS (200 mil) dentre outras.<br />
<br />
<u><strong>Ata&iacute;des</strong></u><br />
<br />
J&aacute; o terceiro lugar ficou com o senador Ata&iacute;des Oliveira (PROS). De acordo a declara&ccedil;&atilde;o junto ao TSE, ele foi o candidato que mais investiu em si pr&oacute;prio. Ata&iacute;des gastou R$ 3.333.297,33. Desse total, desembolsou 89% da campanha, cerca de R$ 2,9 milh&otilde;es de reais.<br />
<br />
<u><strong>Eula, Potengy e Luis Cl&aacute;udio</strong></u><br />
<br />
No sistema do TSE, a candidata Eula Angelim (Psol) declarou ter arrecado e gastado R$ 15.418,94 durante toda a campanha. N&atilde;o h&aacute; entrega de presta&ccedil;&atilde;o de contas &agrave; Justi&ccedil;a Eleitoral pelo candidato Potengy (PCB) nem do Luis Cl&aacute;udio (PRTB).<br />
<br />
Somando a receita de todos os governador&aacute;veis, eles conseguiram atrair R$ 22.676.138,80. Certamente foi uma das disputadas mais caras da hist&oacute;ria do Tocantins.</span>

Comentários pelo Facebook: