Seet
Sobral – 300×100

Peixe servido no almoço do Hospital Regional estava com "gosto terrível", afirma Sindicato

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A alimenta&ccedil;&atilde;o prec&aacute;ria servida aos pacientes, servidores e acompanhantes do Hospital Regional P&uacute;blico de Aragua&iacute;na (HRA) foi novamente alvo de den&uacute;ncias. De acordo com o vice-presidente do Sindicato dos Profissionais de Enfermagem (Seet), Paulo Batista, o peixe servido no almo&ccedil;o de sexta-feira (14) estava com um &ldquo;gosto terr&iacute;vel&rdquo;. <em>&ldquo;Parecia que estava estocado h&aacute; muito tempo. Sem condi&ccedil;&otilde;es de comer&rdquo;</em>, acrescentou.<br />
<br />
Ainda segundo Paulo Batista, os servidores tiveram que comprar marmitex porque n&atilde;o conseguiram comer a alimenta&ccedil;&atilde;o servida pela empresa Litucera. <em>&ldquo;O sindicato vem sempre denunciando e n&atilde;o podemos calar a boca e deixar que isso aconte&ccedil;a&rdquo;</em>, lamentou.<br />
<br />
Esta n&atilde;o &eacute; a primeira vez em que servidores da unidade denunciam o fornecimento de alimenta&ccedil;&atilde;o estragada.&nbsp;No dia 24 de mar&ccedil;o uma servidora denunciou que o <em>&ldquo;p&atilde;o do caf&eacute; da manh&atilde; dos funcion&aacute;rios estava com mau cheiro, visivelmente estragado&rdquo;.</em><br />
<br />
Na semana passada o Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) cobrou informa&ccedil;&otilde;es sobre o fornecimento de alimenta&ccedil;&atilde;o na unidade de sa&uacute;de.<br />
<br />
De acordo com nota da Secretaria Estadual de Sa&uacute;de (Sesau) a empresa respons&aacute;vel pelo fornecimento das refei&ccedil;&otilde;es j&aacute; foi notificada para manter a diversidade dos alimentos servidos conforme contrato.<br />
<br />
<u><strong>Indicativo de greve</strong></u><br />
<br />
O vice-presidente do Sindicato afirmou ainda que a categoria prepara uma manifesta&ccedil;&atilde;o para o pr&oacute;ximo dia 20 de novembro para cobrar os pagamentos atrasados dos plant&otilde;es extras. <em>&ldquo;O governador Sandoval tinha um compromisso de deixar tudo quitado. Fizemos todas as negocia&ccedil;&otilde;es, mas ele sempre promete e n&atilde;o cumpre&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
Por meio de nota encaminhada &agrave; imprensa na quinta-feira (13), a Secretaria Estadual de Sa&uacute;de disse que pagou R$ 5,3 milh&otilde;es referente aos plant&otilde;es extras, mas, segundo o Sindicato, este valor refere-se a um &uacute;nico m&ecirc;s (junho) e ainda h&aacute; outros quatro em atraso.<br />
<br />
Paulo Batista afirmou tamb&eacute;m que o Sindicato j&aacute; trabalha com a possibilidade de fazer um indicativo de greve. <em>&ldquo;Estamos programando fazer uma paralisa&ccedil;&atilde;o de 24 horas a partir do dia 20&rdquo;</em>, alertou.</span>

Comentários pelo Facebook: