Sobral – 300×100
Seet

Projeto de biojoias de Xambioá é escolhido para missão tecnológica na Colômbia

admin -

<span style="font-size:14px;">A artes&atilde; Edinalva Aguiar Coelho, de 29 anos, da regi&atilde;o de Alto Bonito, Xambio&aacute; (TO), far&aacute; sua primeira viagem internacional e espera trazer de volta conhecimentos para compartilhar com outras mulheres que, como ela, conquistam sua renda com a produ&ccedil;&atilde;o de biojoias e artesanato. Edinalva faz parte do projeto XambiArt, iniciativa fomentada pelo Programa ReDes, por meio de investimento do Instituto Votorantim e Banco Nacional de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico e Social (BNDES), com apoio da Votorantim Cimentos.<br />
<br />
Edinalva ir&aacute; &agrave; Col&ocirc;mbia a convite do Servi&ccedil;o de Apoio &agrave;s Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-TO). A institui&ccedil;&atilde;o promover&aacute;, de 6 a 15 de dezembro, a &ldquo;Miss&atilde;o Tecnol&oacute;gica Col&ocirc;mbia&rdquo;, que consiste em uma s&eacute;rie de visitas t&eacute;cnicas a espa&ccedil;os culturais e art&iacute;sticos, al&eacute;m de eventos e feiras de artesanato.<br />
<br />
Para a artes&atilde; do XambiArt, a miss&atilde;o &eacute; uma oportunidade tamb&eacute;m abrir portas para o com&eacute;rcio internacional. &ldquo;Foi uma surpresa esse convite, porque o nosso projeto &eacute; novo. Gra&ccedil;as ao ReDes temos crescido e chamado a aten&ccedil;&atilde;o de outros &oacute;rg&atilde;os e entidades como o Sebrae, que nos proporciona essa chance imperd&iacute;vel de aprender mais. Estou ansiosa e acredito que &eacute; um passo importante para nos desenvolvermos ainda mais, mirando tamb&eacute;m o mercado externo&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
<strong><u>Experi&ecirc;ncia internacional</u></strong><br />
<br />
No cronograma de atividades da &ldquo;Miss&atilde;o Tecnol&oacute;gica Col&ocirc;mbia&rdquo; est&aacute; a visita ao Museo del Oro, localizado em Bogot&aacute;, capital. Outras visitas ser&atilde;o feitas na Galeria Cano, que produz e comercializa joias em ouro em estilo pr&eacute;-colombiano, al&eacute;m do Museum Botero, com pe&ccedil;as do artista pl&aacute;stico colombiano Fernando Botero e de outros artistas latino-americanos, europeus e norte-americanos.<br />
<br />
Ainda na programa&ccedil;&atilde;o de visitas na Col&ocirc;mbia, est&aacute; a ida &agrave; Expoartesan&iacute;as, uma das mais importantes feiras do setor na Am&eacute;rica Latina e que contar&aacute; com centenas de expositores e compradores de v&aacute;rios pa&iacute;ses. A comitiva de artes&atilde;s visitar&aacute; tamb&eacute;m a Escuela de Artes y Oficios Santo Domingo, institui&ccedil;&atilde;o que oferece programas de treinamento de acordo com as modalidades t&eacute;cnicas para trabalhar nos com&eacute;rcios de madeira, couro, prata e bordados.<br />
<br />
<strong><u>XambiArt</u></strong><br />
<br />
O empreendimento formado por 19 mulheres da regi&atilde;o de Alto Bonito, em Xambio&aacute;, foi lan&ccedil;ado h&aacute; um ano como parte do Projeto ReDes, iniciativa do Instituto Votorantim, BNDES e&nbsp; apoio da Votorantim Cimentos. A iniciativa envolve a produ&ccedil;&atilde;o de biojoias e artesanato a partir da utiliza&ccedil;&atilde;o de elementos naturais provenientes da regi&atilde;o do rio Araguaia como, por exemplo, barro, argila, coco e palha. O projeto visa estimular o desenvolvimento socioecon&ocirc;mico da regi&atilde;o, bem como contribuir com a inclus&atilde;o s&oacute;cio-produtiva de mulheres por meio de capacita&ccedil;&otilde;es, reuni&otilde;es, confec&ccedil;&atilde;o e comercializa&ccedil;&atilde;o de biojoias.<br />
<br />
Para conquistar escala e ganhar potencial produtivo, capaz de atender a demanda, a proposta consiste na atua&ccedil;&atilde;o com qualifica&ccedil;&atilde;o t&eacute;cnica da associa&ccedil;&atilde;o, implanta&ccedil;&atilde;o de estrutura operacional, defini&ccedil;&atilde;o de processos de gest&atilde;o, fabrica&ccedil;&atilde;o e comercializa&ccedil;&atilde;o de produtos. Al&eacute;m disso, houve um investimento na constru&ccedil;&atilde;o da identidade visual dos materiais &ndash; de embalagens de produtos &agrave;s pe&ccedil;as de comunica&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
O lan&ccedil;amento do projeto Xambiart representou a primeira a&ccedil;&atilde;o do Programa ReDes no Tocantins e recebeu investimento de R$ 500 mil reais para a estrutura&ccedil;&atilde;o do neg&oacute;cio. A expectativa de gera&ccedil;&atilde;o de receita para os pr&oacute;ximos anos &eacute; de R$ 330 mil e a previs&atilde;o &eacute; que 30 fam&iacute;lias sejam beneficiadas pelo projeto.</span><br />

Comentários pelo Facebook: