Sobral – 300×100
Seet

Anestesistas continuam com quatro meses de atraso e falam em paralisação

admin -

<span style="font-size:14px;">Os anestesistas que atuam nos hospitais p&uacute;blicos do Tocantins continuam sem receber do Governo do Estado. Na semana passada a Secretaria da Sa&uacute;de quitou a parcela do m&ecirc;s de julho. No entanto, ainda restam quatro meses de atraso (agosto, setembro, outubro e novembro). A informa&ccedil;&atilde;o &eacute; da Cooperativa de Anestesiologistas do Tocantins (Coopanest-TO) que re&uacute;ne todos os profissionais que atuam no Estado.<br />
<br />
Segundo o presidente da Coopanest-TO, Antenor de Muzio Gripp, o Governo do Estado n&atilde;o tem cumprido o contrato com a classe. <em>&ldquo;Diante dos atrasos e do n&atilde;o cumprimento dos prazos, n&atilde;o descartamos a possibilidade de parar as atividades nos hospitais p&uacute;blicos caso a Secretaria de Sa&uacute;de n&atilde;o efetue os pagamentos&rdquo;</em>, disse Antenor.<br />
<br />
Na semana passada, diante do an&uacute;ncio de paralisa&ccedil;&atilde;o, a Secretaria de Sa&uacute;de efetuou o pagamento do m&ecirc;s de julho. <em>&ldquo;Essa situa&ccedil;&atilde;o &eacute; cr&iacute;tica e insustent&aacute;vel. Todos os caminhos do di&aacute;logo j&aacute; foram utilizados. Por isso, pensamos em parar&rdquo;, </em>concluiu o presidente da Coopanest-TO.</span>

Comentários pelo Facebook: