Seet
Sobral – 300×100

Disputa: Empresários de Gurupi e Araguaína reivindicam Secretaria de Desenvolvimento Econômico

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Representantes de diversas entidades empresariais de Gurupi (TO), no sul do Estado, participaram na tarde da &uacute;ltima quarta-feira (3) de uma audi&ecirc;ncia com o governador eleito Marcelo Miranda (PMDB).<br />
<br />
Na ocasi&atilde;o, os empres&aacute;rios entregaram ao pr&oacute;ximo gestor um of&iacute;cio com todas as demandas da classe e ainda a sugest&atilde;o de nomes para ocupar o cargo de Secret&aacute;rio e diretor de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico, Ci&ecirc;ncia, Tecnol&oacute;gica e Inova&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;N&oacute;s sugerimos nomes para ocuparem a Secretaria de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico exatamente na esperan&ccedil;a de termos um di&aacute;logo mais efetivo e aberto. O Objetivo deste encontro foi come&ccedil;ar a abrir o canal de conversa na esperan&ccedil;a de ter uma participa&ccedil;&atilde;o objetiva na defesa dos interesses do Estado e principalmente de Gurupi&rdquo;</em>, pontuou o presidente eleito da Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e Industrial de Gurupi (ACIG), Jaime Xavier Oliveira .&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br />
<br />
A reuni&atilde;o com o governador eleito contou com a presen&ccedil;a do Presidente da C&acirc;mara dos Dirigentes Lojistas de Gurupi, Adailton Batista da Fonseca, do Presidente da Fecom&eacute;rcio e Sicovar, Itelvino Pisoni, do Diretor do Sicovar e vice-presidente da Fecom&eacute;rcio, Silv&eacute;rio Filho&nbsp; e do atual presidente da ACIG, Eremilson Ferreira Leite.&nbsp; A deputada estadual Josi Nunes(PMDB) tamb&eacute;m participou do encontro.<br />
<br />
<u><strong>Aciara j&aacute; reivindicou pasta</strong></u><br />
<br />
A sugest&atilde;o feita pelos empres&aacute;rios de Gurupi em rela&ccedil;&atilde;o aos nomes da Secretaria de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico coloca Marcelo Miranda em situa&ccedil;&atilde;o desconfort&aacute;vel, tendo em vista que, bem antes, a Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e Industrial de Aragua&iacute;na (Aciara) ventilou a possibilidade de fazer a indica&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Conforme a Aciara, os empres&aacute;rios de Aragua&iacute;na querem contribuir nas decis&otilde;es que beneficiem todo o setor produtivo do Estado em face da import&acirc;ncia que a cidade exerce no cen&aacute;rio econ&ocirc;mico.<br />
<br />
Somente em 2014, at&eacute; novembro, Aragua&iacute;na gerou quase R$ 260 milh&otilde;es em impostos municipais, federais e estaduais. A representatividade do munic&iacute;pio na arrecada&ccedil;&atilde;o estadual &eacute; decisiva, visto que boa parte do Imposto sobre a Circula&ccedil;&atilde;o de Mercadorias e Servi&ccedil;os (ICMS), o principal do Estado, adv&eacute;m da atividade comercial, ponto forte da cidade.<br />
<br />
Mensalmente, Aragua&iacute;na recolhe cerca de R$ 17 milh&otilde;es em ICMS para o Estado, 14,5% do total arrecadado. Deste montante, R$ 7 milh&otilde;es adv&ecirc;m dos setores comercial e industrial de Aragua&iacute;na. <em>&ldquo;&Eacute; importante lembrar que Aragua&iacute;na possui o setor de servi&ccedil;os bastante desenvolvido devido &agrave; import&acirc;ncia que tem para pelo menos 65 munic&iacute;pios na regi&atilde;o norte do Estado, al&eacute;m do sul do Par&aacute; e Maranh&atilde;o&rdquo;</em>, refor&ccedil;a Manoel de Assis, presidente da Associa&ccedil;&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: