Sobral – 300×100
Seet

Dois são presos enquanto traziam 50 kg de droga para Araguaína; PC de Colinas bate recorde em apreensões

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>&nbsp;Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Opera&ccedil;&atilde;o &quot;Cobra&quot; da Pol&iacute;cia Civil em Aragua&iacute;na (TO), realizada nesta segunda-feira (8), resultou na apreens&atilde;o de 50 kg de maconha que estavam embalados em tabletes e pris&atilde;o de dois acusados de tr&aacute;ficos. A a&ccedil;&atilde;o foi coordenada pela delegada Olodes Maria Oliveira Freitas, de Colinas.<br />
<br />
A droga estava em poder de Josivaldo da Concei&ccedil;&atilde;o Barbosa, tamb&eacute;m conhecido como &ldquo;Sapo&rdquo;, 34 anos e Jael Carneiro Lira, 29 anos. Ambos foram presos em flagrante por tr&aacute;fico de drogas e associa&ccedil;&atilde;o para o tr&aacute;fico.<br />
<br />
Atrav&eacute;s de investiga&ccedil;&otilde;es, os Policiais Civis de Colinas descobriram que os acusados sa&iacute;ram de Aragua&iacute;na para buscar a droga em Palmas. Para captur&aacute;-los, a pol&iacute;cia elaborou uma estrat&eacute;gia para intercept&aacute;-los na volta, levantando todas as poss&iacute;veis rotas. Os criminosos ainda tentaram dificultar o trabalho dos agentes pegando uma rota pouco conhecida.</span><br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/presos1.jpg" style="font-size: 14px; width: 412px; height: 338px; border-width: 0px; border-style: solid; margin-left: 5px; margin-right: 5px; float: right;" /><br />
<span style="font-size:14px;">A intercepta&ccedil;&atilde;o do ve&iacute;culo aconteceu nas proximidades de Aragua&iacute;na, quando o autom&oacute;vel estava na TO-164 e se aproximava do munic&iacute;pio de Muricil&acirc;ndia. Durante as buscas os agentes encontraram no porta-malas tr&ecirc;s sacos pl&aacute;sticos recheados de drogas.<br />
<br />
Em menos de 10 dias, a Policia Civil de Colinas apreendeu 162 kg de entorpecentes totalizando, no ano de 2014, mais de meia tonelada, um recorde de apreens&otilde;es em todo o Estado do Tocantins.<br />
<br />
De acordo com a Delegada Olodes Freitas, o codinome &ldquo;Cobra&rdquo; foi dado &agrave; opera&ccedil;&atilde;o devido ao fato de o alvo principal ser um cidad&atilde;o cujo apelido &eacute; &ldquo;sapo&rdquo;, sendo que este, no meio animal, &eacute; presa do referido r&eacute;ptil, al&eacute;m do fato de que as cobras agem de forma silenciosa e certeira em seus ataques.</span><br />

Comentários pelo Facebook: