Sobral – 300×100
Seet

Fim da angústia: Governo paga 13º salário aos servidores públicos; folha custou mais de R$ 221 milhões

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A ang&uacute;stia dos servidores p&uacute;blicos do Tocantins em rela&ccedil;&atilde;o ao pagamento do 13&ordm; sal&aacute;rio chegou ao fim. O pagamento do benef&iacute;cio foi creditado nas contas dos servidores na zero hora desta quarta-feira (17).<br />
<br />
O valor total liberado pela Secretaria da Fazenda aos &oacute;rg&atilde;os da administra&ccedil;&atilde;o direta e indireta do Executivo Estadual &eacute; de R$ 221.015.697,52.&nbsp;<br />
<br />
<u><strong>Fim da ang&uacute;stia</strong></u><br />
<br />
Segundo informa&ccedil;&otilde;es do pr&oacute;prio governador Sandoval Cardoso, o Governo do Estado n&atilde;o tinha garantias de que pagaria o 13&ordm; sal&aacute;rio a mais de 50 mil servidores. J&aacute; a Comiss&atilde;o de Transi&ccedil;&atilde;o alertou que at&eacute; a folha do m&ecirc;s de dezembro est&aacute; comprometida.<br />
<br />
O Tocantins &eacute; o Estado em situa&ccedil;&atilde;o mais cr&iacute;tica do Brasil em gastos com pessoal. Em dezembro de 2010, o percentual da Receita Corrente L&iacute;quida (RCL) utilizado no pagamento dos servidores ficou em 47,74%. Em agosto de 2014, esse percentual j&aacute; chegou a 50,98%, enquanto o limite m&aacute;ximo &eacute; de 49%.</span><br />

Comentários pelo Facebook: