Sobral – 300×100
Seet

Após um mês de angústia, pacientes de radioterapia seguem para tratamento em Goiânia

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Vinte e um pacientes que fazem tratamento de radioterapia em Aragua&iacute;na e Palmas seguiram na noite desta quarta-feira, dia 17 de dezembro, para Goi&acirc;nia (GO) com o objetivo de prosseguir com o tratamento contra o c&acirc;ncer.&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">O ve&iacute;culo saiu por volta das 22 horas de Aragua&iacute;na e, logo em seguida, seguiu para Palmas. A informa&ccedil;&atilde;o &eacute; da Secretaria Estadual de Sa&uacute;de (Sesau).</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">H&aacute; um m&ecirc;s a &uacute;nica m&aacute;quina de radioterapia do Estado, que fica em Aragua&iacute;na, parou de funcionar deixando cerca de 125 pacientes &agrave; espera do tratamento contra c&acirc;ncer. Ainda&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">no &uacute;ltimo dia 20 de novembro a Defensoria P&uacute;blica do Estado ingressou com A&ccedil;&atilde;o Civil P&uacute;blica cobrando o conserto da m&aacute;quina e a regulariza&ccedil;&atilde;o do atendimento. A Justi&ccedil;a determinou que os pacientes fossem atendidos em outro Estado enquanto o problema &eacute; resolvido.&nbsp;</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">A Secretaria disse que alocou um &ocirc;nibus para fazer o transporte dos pacientes at&eacute; Goi&acirc;nia, onde v&atilde;o prosseguir com o tratamento de radioterapia na Cl&iacute;nica CEBROM ou no Hospital Santa Casa de Miseric&oacute;rdia,&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">enquanto a nova m&aacute;quina, j&aacute; adquirida, &eacute; instalada em Aragua&iacute;na.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Uma enfermeira e uma assistente social, do setor de Radioterapia do Hospital Regional de Aragua&iacute;na (HRA), acompanharam todo o procedimento de embarque, dando todas as orienta&ccedil;&otilde;es aos pacientes e familiares. Dois t&eacute;cnicos de enfermagem tamb&eacute;m acompanham o grupo de pacientes enquanto o tratamento perdurar em Goi&acirc;nia, dando o suporte necess&aacute;rio no per&iacute;odo que estiverem foram do Tocantins.<br />
<br />
Todos os pacientes ficar&atilde;o alojados na Casa de Apoio IASSGO, em Goi&acirc;nia, que ficar&aacute; respons&aacute;vel por transportar os pacientes at&eacute; as unidades de tratamento. Alguns pacientes que est&atilde;o internados seguir&atilde;o de ambul&acirc;ncia diretamente para o Hospital Santa Casa.<br />
<br />
<u><strong>Pacientes e familiares</strong></u><br />
<br />
Para os pacientes, o momento foi de alegria, como foi o caso da dona Gleides Fran&ccedil;a de Oliveira, de 62 anos, que h&aacute; cerca de um ano est&aacute; fazendo o tratamento contra o c&acirc;ncer de mama. &ldquo;Estou muito feliz porque estou indo terminar o meu tratamento&rdquo;, disse.<br />
<br />
Dona Iranete Maria Rosa, de 55 anos, ficou mais tranquila ao entrar no &ocirc;nibus. Ela est&aacute; fazendo o tratamento de c&acirc;ncer na garganta desde maio desse ano. &ldquo;Agora estou tranquila&rdquo;, comentou dona Iranete. Francisco de Assis viajou junto com a sua m&atilde;e, Maria Arlinda, para acompanhar o final do tratamento. &ldquo;S&oacute; faltam dez dias de radioterapia e agora sabemos que vencemos esta luta contra o c&acirc;ncer&rdquo;, disse contente Francisco.</span>

Comentários pelo Facebook: