Seet
Sobral – 300×100

Empresários uruguaios conhecem potencial econômico do Estado para investimentos futuros

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">O secret&aacute;rio executivo da Seagro &ndash; Secretaria da Agricultura, da Pecu&aacute;ria e do Desenvolvimento Agr&aacute;rio, Ruiter Padua e t&eacute;cnicos da pasta estiveram reunidos na tarde dessa segunda-feira, 21, com um grupo de investidores uruguaios. O objetivo da visita &eacute; colher informa&ccedil;&otilde;es sobre o potencial econ&ocirc;mico do Estado para investimentos futuros. Esse foi um primeiro encontro, onde houve uma exposi&ccedil;&atilde;o dos projetos de irriga&ccedil;&atilde;o e culturas cultivadas; pecu&aacute;ria; cursos universit&aacute;rios e t&eacute;cnicos; incentivos fiscais; rotas de escoamento da produ&ccedil;&atilde;o; dentro outros benef&iacute;cios que o Estado oferece.<br />
<br />
Os empres&aacute;rios representam a FMS, uma empresa multinacional uruguaia e americana, que atua na silvicultura, no mercado canadense, e cria&ccedil;&atilde;o de gado na Am&eacute;rica do Sul. <em>&ldquo;Nossa inten&ccedil;&atilde;o &eacute; avaliar as possibilidades do Tocantins e relatar aos investidores da empresa o que encontramos aqui. Mais adiante podemos trazer uma comitiva que fa&ccedil;a os estudos necess&aacute;rios na &aacute;rea que decidirmos investir&rdquo;</em>, relata o consultor Eduardo N. Cuelho Martinez.<br />
<br />
Na reuni&atilde;o, o grupo tamb&eacute;m ressaltou a possibilidade de uma coopera&ccedil;&atilde;o t&eacute;cnica para dar apoio aos produtores tocantinenses na atividade de melhoramento gen&eacute;tico do rebanho. <em>&ldquo;Apesar da silvicultura e produ&ccedil;&atilde;o leiteira serem o foco deles, tamb&eacute;m notamos que eles tem interesse em outras &aacute;reas. Um interc&acirc;mbio de informa&ccedil;&otilde;es ser&aacute; muito bem vindo para nosso Estado&rdquo;</em>, afirma P&aacute;dua.<br />
<br />
O grupo permanece no Tocantins at&eacute; sexta-feira, 25, visitando projetos agr&iacute;colas e empresas tocantinenses. Ao t&eacute;rmino da programa&ccedil;&atilde;o, ser&aacute; definida uma agenda dos pr&oacute;ximos encontros.</span></div>

Comentários pelo Facebook: