Seet
Sobral – 300×100

Comissão diz que atual governo já "nasceu inviabilizado" e critica pacote de "benevolências"

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
A Comiss&atilde;o de Transi&ccedil;&atilde;o rebateu, em nota, as cr&iacute;ticas do atual govenador Sandoval Cardoso (SD)&nbsp; em que acusa Marcelo Miranda de inviabilizar sua gest&atilde;o ao solicitar na justi&ccedil;a a suspens&atilde;o dos pagamentos a fornecedores.<br />
<br />
Para a Comiss&atilde;o de Transi&ccedil;&atilde;o, Sandoval &ldquo;mais uma vez&rdquo; falta com a verdade ao tentar passar a ideia de que a liminar concedida no dia 24 de dezembro pelo desembargador Moura Filho, do Tribunal de Justi&ccedil;a do Estado, inviabiliza o seu governo.<br />
<br />
A nota da Comiss&atilde;o de Transi&ccedil;&atilde;o diz ainda que o atual governo &eacute; &ldquo;fruto de uma manobra pol&iacute;tica e j&aacute; nasceu inviabilizado&rdquo;. Acrescenta tamb&eacute;m que a &quot;situa&ccedil;&atilde;o ca&oacute;tica do Estado&quot; &eacute; consequ&ecirc;ncia de atrasos com fornecedores de alimentos e medicamentos nos hospitais, alimenta&ccedil;&atilde;o e material de manuten&ccedil;&atilde;o nos pres&iacute;dios, de carros locados para as pol&iacute;cias militar e civil, entre outros, que chegam a cinco meses, comprometendo os cidad&atilde;os que precisam dos servi&ccedil;os e os empres&aacute;rios que se dispuseram a vender ao Governo.<br />
<br />
<em>&ldquo;A ingovernabilidade em que vive o Tocantins, Marcelo Miranda j&aacute; havia demonstrado em sua campanha eleitoral. A efici&ecirc;ncia da Justi&ccedil;a foi de impedir que as a&ccedil;&otilde;es do atual governo comprometam ainda mais a situa&ccedil;&atilde;o do Estado&rdquo;</em>, disse a nota.<br />
<br />
Ainda de acordo com a nota, os problemas vividos no Estado &eacute; &ldquo;fruto de um desgoverno&rdquo; que se agrava com a &ldquo;sanha de benevol&ecirc;ncias administrativamente irrespons&aacute;veis&rdquo; que marcam os &uacute;ltimos dias do governo Sandoval Cardoso e que buscam inviabilizar a pr&oacute;xima gest&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: