Seet
Sobral – 300×100

Associação de Moradores do Alto Bonito, em Xambioá, tem projeto aprovado pelo BNDES

admin -

<span style="font-size:14px;">A Associa&ccedil;&atilde;o dos Moradores do Alto Bonito, em Xambio&aacute; (TO), iniciar&aacute; o ano de 2015 com o p&eacute; direito, pois al&eacute;m das conquistas que vem alcan&ccedil;ando desde 2012 com a instala&ccedil;&atilde;o do Projeto XambiArt de confec&ccedil;&atilde;o de biojoias e produtos de artesanatos advindos das plantas e &aacute;rvores da regi&atilde;o, agora conseguiu a aprova&ccedil;&atilde;o do Projeto Baba&ccedil;u: Unindo Arte e Beleza, financiado pelo BNDES e monitorado pelo Instituto Sociedade Popula&ccedil;&atilde;o e Natureza (ISPN). Os projetos t&ecirc;m como objetivo a redu&ccedil;&atilde;o do desmatamento ou o desmatamento evitado, se inserindo nas modalidades de Atividades Produtivas Sustent&aacute;veis ou Gest&atilde;o e Servi&ccedil;os Ambientais, apoiadas pelo Fundo Amaz&ocirc;nia.<br />
<br />
O projeto &eacute; uma iniciativa da COOABX e Associa&ccedil;&atilde;o dos Moradores do Alto Bonito, um bairro de Xambio&aacute;, contar&aacute; com oficina de fabrica&ccedil;&atilde;o de artefatos, adornos e assess&oacute;rios provenientes do Baba&ccedil;u como estrat&eacute;gia de fortalecer a ideia da preserva&ccedil;&atilde;o das florestas nativas e da biodiversidade, bem como evitar o desmatamento e a degrada&ccedil;&atilde;o do meio ambiente. Inicialmente estar&atilde;o envolvidas 25 pessoas, podendo evoluir para um total de 45 at&eacute; o final do aporte recebido pela institui&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
O projeto foi aprovado no valor de R$ 59,9 mil, contar&aacute; com a realiza&ccedil;&atilde;o de oficinas de capacita&ccedil;&atilde;o na tem&aacute;tica de conserva&ccedil;&atilde;o ambiental e sustentabilidade, capacita&ccedil;&otilde;es em manejo e a utiliza&ccedil;&atilde;o do coco baba&ccedil;u e um evento para divulga&ccedil;&atilde;o e comercializa&ccedil;&atilde;o dos produtos.<br />
<br />
O Gestor Social Lu&iacute;s Alves Ribeiro, que auxilia a institui&ccedil;&atilde;o desde o momento da elabora&ccedil;&atilde;o do Projeto XambiArt, em 2011, afirmou que &ldquo;esse momento &eacute; muito importante para o desenvolvimento local, pois os cooperados que j&aacute; trabalham no XambiArt v&atilde;o ter a oportunidade de participar das pr&aacute;ticas sustent&aacute;veis de continuidade das a&ccedil;&otilde;es do projeto, al&eacute;m de diversificar as atividades da cooperativa.&rdquo; O projeto ter&aacute; inicio j&aacute; em 2015.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/XambiArt.jpg" style="width: 600px; height: 130px;" /></span><br />

Comentários pelo Facebook: