Seet
Sobral – 300×100

Déficit primário do Tocantins fecha o ano em R$ 806 milhões, aponta jornal; Marcelo: "visualizo situação caótica"

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
O governador do Tocantins Marcelo Miranda (PMDB) come&ccedil;a o mandato com a miss&atilde;o de fazer um severo ajuste nas contas p&uacute;blicas. O Estado estourou o limite m&aacute;ximo da Lei de Responsabilidade Fiscal para despesas com pessoal e hoje tem uma das situa&ccedil;&otilde;es fiscais mais delicadas do pa&iacute;s.<br />
<br />
Segundo o jornal <a href="http://www.valor.com.br/politica/3841456/marcelo-miranda-toma-posse-no-tocantins-com-foco-em-saude-e-seguranca" target="_blank"><em>Valor Econ&ocirc;mico</em></a>, o Tocantins acumulou d&eacute;ficit prim&aacute;rio de R$ 479,9 milh&otilde;es entre os meses de janeiro e outubro de 2014, resultado pior que o do mesmo per&iacute;odo de 2013, quando o saldo era positivo em R$ 245 milh&otilde;es.<br />
<br />
Ainda conforme o <em>Valor Econ&ocirc;mico</em>, a estimativa para o d&eacute;ficit acumulado em 2014 &eacute; de R$ 806 milh&otilde;es, maior que a meta, fixada em at&eacute; R$ 713,5 milh&otilde;es. Para 2015, a meta &eacute; que o d&eacute;ficit seja de no m&aacute;ximo R$ 477,7 milh&otilde;es.<br />
<br />
O d&eacute;ficit prim&aacute;rio &eacute; o v</span><span style="font-size:14px;">alor gasto pelo Governo que excede o valor de sua arrecada&ccedil;&atilde;o, sem levar em considera&ccedil;&atilde;o a despesa realizada com o pagamento dos juros da d&iacute;vida p&uacute;blica.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Marcelo Miranda est&aacute; consciente da situa&ccedil;&atilde;o cr&iacute;tica. &ldquo;Visualizo a situa&ccedil;&atilde;o ca&oacute;tica em que se encontra a sa&uacute;de e a seguran&ccedil;a que est&atilde;o a exigir uma a&ccedil;&atilde;o pronta e eficaz, que adotarei a partir de amanh&atilde; (sexta-feira), sem embargo do enfrentamento de todos os demais desafios&rdquo;, afirmou em discurso na Assembleia Legislativa.<br />
<br />
De volta ao governo do Estado pela terceira vez, Marcelo Miranda apontou que tamb&eacute;m precisa buscar o fortalecimento do agroneg&oacute;cio e da agroind&uacute;stria. &ldquo;<em>Procuraremos reencarrilhar o nosso estado nos trilhos do desenvolvimento, investindo na gera&ccedil;&atilde;o de emprego e renda, no incentivo ao agroneg&oacute;cio, agroind&uacute;stria e outros setores produtivos&rdquo;</em>, disse Miranda.<br />
<br />
Em novo discurso, o governador eleito do Tocantins citou alguns programas sociais que vai tentar implementar, como o &ldquo;SOS Sa&uacute;de&quot;, &quot;Pol&iacute;cia Mais Perto de Voc&ecirc;&rdquo;, Governo Mais Perto de Voc&ecirc;&quot; e o &ldquo;Toler&acirc;ncia Zero&rdquo; contra a criminalidade.</span>

Comentários pelo Facebook: