Sobral – 300×100
Seet

Folha de pagamento de dezembro dos servidores será paga em 4 parcelas a partir de 20 de janeiro

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
O pagamento da folha de dezembro dos servidores p&uacute;blicos estaduais do Tocantins ser&aacute; efetuado em quatro parcelas, a serem creditadas no dia 20 dos meses de janeiro, fevereiro, mar&ccedil;o e abril. A informa&ccedil;&atilde;o, que n&atilde;o foi bem recepcionada pelos servidores, foi anunciada na manh&atilde; deste s&aacute;bado (3) pela Comiss&atilde;o de Analise de Pessoal Sobre os Recursos Financeiros, ap&oacute;s reuni&atilde;o.<br />
<br />
Incialmente a previs&atilde;o dada pelo novo governo para quita&ccedil;&atilde;o da folha em aberto era at&eacute; o dia 10 de janeiro, quando entra o primeiro repasse do FPE (Fundo de Participa&ccedil;&atilde;o dos Estados), no entanto, a Comiss&atilde;o informou que n&atilde;o h&aacute; recursos financeiros em caixa que permita o pagamento em parcela &uacute;nica. O parcelamento ser&aacute; v&aacute;lido para todos os servidores. A folha de pagamento de dezembro tem um custo de R$ 268 milh&otilde;es.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">A Comiss&atilde;o &eacute; formada pelas Secretarias da Administra&ccedil;&atilde;o, da Fazenda, do Planejamento, al&eacute;m da Controladoria Geral do Estado, Procuradoria Geral do Estado e Casa Civil.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">De acordo com o secret&aacute;rio de Administra&ccedil;&atilde;o Gefferson Oliveira, a medida foi tomada para n&atilde;o prejudicar os pagamentos das folhas nos pr&oacute;ximos meses. <em>&ldquo;N&oacute;s sugerimos ao governador e ele acatou que fiz&eacute;ssemos o pagamento do m&ecirc;s de dezembro de forma parcelada, para que n&atilde;o seja prejudicada a folha dos meses de janeiro, fevereiro, mar&ccedil;o e abril&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
J&aacute; o secret&aacute;rio da Fazenda, Paulo Afonso afirmou que algumas medidas ser&atilde;o adotadas para recuperar o caixa do Estado, como o Programa de Recupera&ccedil;&atilde;o Fiscal alcan&ccedil;ando at&eacute; os d&eacute;bitos de 2014.<br />
<br />
O ex-governador Sandoval Cardoso (SD) &eacute; o segundo na hist&oacute;ria do Tocantins a deixar o Governo sem pagar o funcionalismo p&uacute;blico. O primeiro foi Mois&eacute;s Avelino.</span>

Comentários pelo Facebook: