Seet
Sobral – 300×100

Iniciando trabalhos na Educação, secretário se reúne com Sintet e abre espaço para diálogo

admin -

<span style="font-size:14px;">Ap&oacute;s assumir oficialmente o cargo de secret&aacute;rio de Estado da Educa&ccedil;&atilde;o e Cultura, Ad&atilde;o Francisco de Oliveira participou nesta segunda-feira, 5, de uma reuni&atilde;o no Sindicato dos Trabalhadores em Educa&ccedil;&atilde;o do Estado do Tocantins (Sintet). Com os sindicalistas, o novo gestor comentou sobre o planejamento para o setor e ouviu demandas da categoria.<br />
<br />
Durante o encontro, professor Ad&atilde;o frisou que tem como objetivos trabalhar a gest&atilde;o educacional tocantinense em cinco pontos de a&ccedil;&atilde;o, sendo um deles a aproxima&ccedil;&atilde;o com a classe sindical. <em>&ldquo;N&atilde;o posso deixar de considerar o sindicato como um elemento muito importante para o nosso Estado. Pretendo me manter pr&oacute;ximo ao sindicato e contar sempre com este espa&ccedil;o aberto de di&aacute;logo&rdquo;</em>, afirmou.<br />
<br />
Os cinco pontos elencados pelo secret&aacute;rio e que ir&atilde;o nortear o trabalho na Seduc envolvem o fortalecimento da diversidade cultural no curr&iacute;culo escolar; a forma&ccedil;&atilde;o continuada dos educadores; a implementa&ccedil;&atilde;o de escolas de refer&ecirc;ncia no campo; a valoriza&ccedil;&atilde;o do servidor atrav&eacute;s do m&eacute;rito no trabalho, al&eacute;m da proximidade com as frentes sindicais.<br />
<br />
Para o presidente do Sintet, Jos&eacute; Roque Rodrigues Santiago, a ida de um secret&aacute;rio de governo ao sindicato &eacute; importante, pois demonstra a vontade da gest&atilde;o em ouvir as demandas do setor. <em>&ldquo;Isso &eacute; in&eacute;dito, no primeiro dia de trabalho o secret&aacute;rio poder ouvir a pauta do sindicato e levar a mensagem desta categoria, deste sindicato ao governo&rdquo;</em>, frisou.<br />
<br />
Durante a reuni&atilde;o, entre as falas dos professores presentes, o di&aacute;logo, como forma de debate dos problemas da educa&ccedil;&atilde;o, foi a principal bandeira defendida. Para os sindicalistas, mesmo com demandas a serem discutidas, o fato de o novo secret&aacute;rio ser membro e colaborador na Escola de forma&ccedil;&atilde;o da Central &Uacute;nica dos Trabalhadores (CUT), &eacute; um fator positivo. <em>&ldquo;Neste momento a categoria est&aacute; contente com a indica&ccedil;&atilde;o do professor Ad&atilde;o e esperamos que, daqui para frente, esta alegria possa se multiplicar&rdquo;</em>, frisou o professor Jesul&ecirc; Guida, presidente do Sintet Regional de Aragua&iacute;na.</span>

Comentários pelo Facebook: