Seet
Sobral – 300×100

Principais segmentos do comércio de Araguaína obtiveram resultados positivos no fim de ano

admin -

<div>
<span style="font-size: 14px;">Influenciado pelo cen&aacute;rio econ&ocirc;mico nacional &ndash; baixo crescimento, endividamento da popula&ccedil;&atilde;o, perda de poder aquisitivo, alta do d&oacute;lar, entre outros &ndash; o com&eacute;rcio de Aragua&iacute;na oscilou entre bons &iacute;ndices de crescimento e certa estagna&ccedil;&atilde;o nas vendas durante o per&iacute;odo das festas de fim de ano em 2014. Mas um levantamento feito pela Associa&ccedil;&atilde;o Comercial e Industrial de Aragua&iacute;na &ndash; ACIARA com algumas empresas associadas &ndash; separadas por segmento de atua&ccedil;&atilde;o &ndash; revelou que o Natal foi positivo para a maioria dos setores.</span></div>
<div>
<div dir="ltr">
<br />
<span style="font-size:14px;">O presidente da associa&ccedil;&atilde;o, Manoel de Assis Silva, diz&nbsp;que &eacute; preciso ter em mente que o momento da economia &eacute; inst&aacute;vel e com muitas d&uacute;vidas. Contudo, os desafios s&atilde;o fundamentais para que o comerciante possa se reinventar e superar os limites. &ldquo;<em>&Eacute; tempo de avaliar custos, mas sem que isso afete a sua qualidade e a sua capacidade de atra&ccedil;&atilde;o de clientes. &Eacute; tempo de encontrar novas fontes de receita e de potencializar seus resultados, de estudar, de qualificar-se e qualificar a sua equipe, de avan&ccedil;ar no atendimento. O momento pode ser uma passageira crise ou uma importante oportunidade&rdquo;</em>, afirma o presidente.<br />
&nbsp;<br />
<strong><u>Segmentos</u></strong><br />
<br />
A ACIARA fez a pesquisa com comerciantes dos segmentos de brinquedos, roupas e cal&ccedil;ados populares e sofisticados, m&oacute;veis e eletrodom&eacute;sticos, perfumaria, materiais para constru&ccedil;&atilde;o, supermercados e utilidades. Segue abaixo o parecer dos pesquisados:<br />
&nbsp;<br />
<u>Brinquedos</u><br />
As tr&ecirc;s lojas pesquisadas apontaram resultados positivos nas vendas com rela&ccedil;&atilde;o ao ano passado. O n&uacute;mero de clientes aumentou, contudo o valor m&eacute;dio de compra caiu. O crescimento ficou na ordem de 7%.<br />
&nbsp;<br />
<u>Roupas e cal&ccedil;ados populares</u><br />
O levantamento foi realizado com quatro lojas: tr&ecirc;s informaram &iacute;ndices insatisfat&oacute;rios de vendas e uma vendeu mais que o ano passado, registrando um crescimento de 15%.<br />
&nbsp;<br />
<u>Roupas e cal&ccedil;ados sofisticados</u><br />
As duas lojas consultadas apresentaram vendas bem acima da m&eacute;dia, de 20% a 30% a mais que em 2013.<br />
&nbsp;<br />
<u>M&oacute;veis e eletrodom&eacute;sticos</u><br />
As duas lojas pesquisadas revelaram aumento no n&uacute;mero de clientes e crescimento m&eacute;dio de 23% nas vendas.<br />
&nbsp;<br />
<u>Perfumaria</u><br />
Tr&ecirc;s lojas foram pesquisadas: duas indicaram crescimento (20% e 6,5%), j&aacute; a outra apontou uma queda de 30% no volume de vendas.<br />
&nbsp;<br />
<u>Materiais para constru&ccedil;&atilde;o</u><br />
A pesquisa abrangeu 13 lojas. Sete delas consideraram o per&iacute;odo extremamente positivo e seis consideraram o per&iacute;odo est&aacute;vel ou insatisfat&oacute;rio. Das lojas que apontaram crescimento, tr&ecirc;s chamaram muita aten&ccedil;&atilde;o pelo expressivo resultado com rela&ccedil;&atilde;o &agrave;s vendas de 2013: uma apontou que cresceu 80%, outra 100% e uma madeireira afirmou que aumentou suas vendas em 210%.<br />
&nbsp;<br />
<u>Supermercados</u><br />
Foram pesquisadas quatro lojas. Tr&ecirc;s delas melhoraram os resultados com rela&ccedil;&atilde;o a 2013 e uma considerou as vendas est&aacute;veis.<br />
&nbsp;<br />
<u>Utilidades</u><br />
Das duas lojas consultadas, uma considerou o resultado das vendas inferior a 2013 e outra apontou crescimento no n&uacute;mero de clientes, mas com um saldo econ&ocirc;mico igual ao ano passado.<br />
&nbsp;<br />
<u><strong>SPC</strong></u><br clear="all" />
<br />
No fim de dezembro, o Sistema de Prote&ccedil;&atilde;o ao Cr&eacute;dito &ndash; SPC divulgou dados acerca do comportamento dos consumidores de Aragua&iacute;na quanto &agrave;s d&iacute;vidas com o com&eacute;rcio. Em rela&ccedil;&atilde;o ao m&ecirc;s anterior (novembro), houve um aumento no n&uacute;mero de cancelamentos de registros na ordem de 32,19%, n&uacute;mero bastante expressivo, segundo o diretor de SPC da ACIARA, Alberto Luna. &ldquo;Mais de tr&ecirc;s mil clientes quitaram suas d&iacute;vidas para conseguir mais cr&eacute;dito para as compras de fim de ano ou para entrar 2015 com o nome limpo&rdquo;. Contudo, com rela&ccedil;&atilde;o a dezembro de 2013, houve uma pequena redu&ccedil;&atilde;o, na ordem de 3,32%, no n&uacute;mero de cancelamentos.</span></div>
</div>
<br />

Comentários pelo Facebook: