Seet
Sobral – 300×100

Produção de grãos no Tocantins deve crescer 9,4% na nova safra

admin -

<span style="font-size:14px;">A produ&ccedil;&atilde;o de gr&atilde;os no Tocantins na safra 2014/2015 dever&aacute; ter um aumento de aproximadamente 315 mil toneladas, representando um volume de 9,4% a mais do que o registrado na safra 2013/2014, segundo o 4&ordm; Levantamento de Estimativa da Safra de Gr&atilde;os, realizado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). O aumento na produ&ccedil;&atilde;o de soja, que passa dos 13%, representa o maior crescimento do Pa&iacute;s.<br />
<br />
Principal gr&atilde;o produzido no Estado, a soja ter&aacute; crescimento de 14,5% na produ&ccedil;&atilde;o do tipo em sequeiro. J&aacute; no tipo subirrigada, h&aacute; uma estabiliza&ccedil;&atilde;o na produ&ccedil;&atilde;o, que &eacute; de 152,47 mil toneladas. Para o engenheiro agr&ocirc;nomo da Secretaria da Agricultura e Pecu&aacute;ria (Seagro) Genebaldo Queiroz, &eacute; a log&iacute;stica favor&aacute;vel do Estado que faz com que o Tocantins se destaque em crescimento da produ&ccedil;&atilde;o em n&iacute;vel nacional. &ldquo;O governo tem atuado principalmente na infraestrutura e log&iacute;stica para dar apoio na quest&atilde;o da armazenagem, que &eacute; bastante deficiente em todo o Pa&iacute;s&rdquo;, comentou.<br />
<br />
Segundo Queiroz, a previs&atilde;o da safra 2014/2015 &eacute; muito favor&aacute;vel. &ldquo;Mais uma vez a gente v&ecirc; um crescimento da &aacute;rea plantada de gr&atilde;os do Estado e na produ&ccedil;&atilde;o. A expectativa &eacute; que, se mantendo as condi&ccedil;&otilde;es clim&aacute;ticas, n&oacute;s devemos ter um incremento na produtividade&rdquo;, refor&ccedil;ou.<br />
<br />
O Tocantins &eacute; atualmente o terceiro maior produtor de arroz irrigado do Brasil e a expectativa &eacute; de que a produ&ccedil;&atilde;o aumente mais 21,83 mil toneladas nesta safra. J&aacute; o arroz sequeiro, ter&aacute; um crescimento maior, 21,4%. A a&eacute;rea destinada para o plantio destes dois tipos de arroz&nbsp; tamb&eacute;m tem previs&atilde;o de acr&eacute;scimo, com a expectativa de mais 3,19 mil hectares para as culturas.<br />
<br />
Para o engenheiro agr&ocirc;nomo, a previs&atilde;o de aumento, tanto de &aacute;rea plantada (7,7%) quanto na produ&ccedil;&atilde;o (9,4%) representa a confian&ccedil;a dos produtores no potencial do Estado. &ldquo;Estamos ultrapassando a casa dos 820 mil hectares de soja e mais de um milh&atilde;o de &aacute;reas plantadas com gr&atilde;os no Estado. A cada ano notamos uma confian&ccedil;a maior dos produtores, das empresas fornecedoras de insumos e empresas fornecedoras e esmagadoras, que compram nossa soja para levar para v&aacute;rios destinos&rdquo;, analisou.<br />
<br />
Queiroz destacou ainda que o Brasil &eacute; o &uacute;nico pa&iacute;s que tem condi&ccedil;&otilde;es de ampliar a a&eacute;rea plantada, sendo que somente no Tocantins s&atilde;o mais de sete milh&otilde;es de &aacute;rea de pastagens degradas que est&atilde;o sendo aos poucos incorporadas ao processo produtivo de gr&atilde;os.<br />
<br />
&ldquo;O governo tem trabalhado com pol&iacute;ticas que incentivam a armazenagem e na quest&atilde;o vi&aacute;ria e log&iacute;stica, atrav&eacute;s da constru&ccedil;&atilde;o de novas estradas que liguem ao eixo das rodovias federais, que levam at&eacute; os portos, e da Ferrovia Norte-Sul. Outra ponta que o governo tem atuado &eacute; na quest&atilde;o da Vigil&acirc;ncia Sanit&aacute;ria para n&atilde;o deixar que doen&ccedil;as venham a entrar no Estado e se expandam, causando preju&iacute;zos &agrave; safra&rdquo;, enumerou o engenheiro agr&ocirc;nomo.<br />
<br />
<u><strong>Produ&ccedil;&atilde;o de gr&atilde;os no Brasil</strong></u><br />
<br />
A previs&atilde;o da Conab &eacute; que a produ&ccedil;&atilde;o da safra 2014/2015 no Brasil seja de aproximadamente 202,18 milh&otilde;es de toneladas, registrando um crescimento de 4,5%. O total de &aacute;rea destinada ao plantio de gr&atilde;os tamb&eacute;m deve crescer, passando de 56,98 milh&otilde;es hectares para 57,8 milh&otilde;es. Com o cen&aacute;rio mais vantajoso no mercado, a &aacute;rea destinada para o plantio de soja avan&ccedil;ou sobre as demais culturas, com aumento de 4,8%, passando de 30,1 milh&otilde;es de hectares para 31,6 milh&otilde;es.</span>

Comentários pelo Facebook: