Sobral – 300×100
Seet

Funcab se recusa divulgar resultado do concurso da Defesa Social; Governo se reúne com Comissão

admin -

<span style="font-size:14px;">O secret&aacute;rio de Estado da Administra&ccedil;&atilde;o, Geferson Oliveira, e o secret&aacute;rio geral de Governo, Herbert Brito Barros (Buti), receberam nesta quarta-feira, 14, uma comiss&atilde;o formada por representantes dos candidatos que fizeram o concurso para provimento de cargos do quadro da Defesa Social e Seguran&ccedil;a Penitenci&aacute;ria do Estado do Tocantins com a finalidade de esclarecer quais iniciativas o governo do Estado est&aacute; tomando para dar andamento ao certame.<br />
<br />
Na ocasi&atilde;o, o secret&aacute;rio da Administra&ccedil;&atilde;o apresentou todos os documentos e a&ccedil;&otilde;es administrativas que o Estado adotou para resolver a quest&atilde;o. &ldquo;<em>N&atilde;o existe interesse do Estado na suspens&atilde;o e paralisa&ccedil;&atilde;o do concurso, pelo contr&aacute;rio, n&oacute;s estamos fazendo de tudo para apurar se os recursos oriundos das inscri&ccedil;&otilde;es do certame foram usados de forma indevida ou n&atilde;o. E tamb&eacute;m estamos buscando medidas administrativas para realizar o pagamento e assim dar sequ&ecirc;ncia ao concurso&rdquo;</em>, ressaltou.<br />
<br />
Segundo Geferson Oliveira, logo na primeira semana de Governo, representantes da Funda&ccedil;&atilde;o Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) notificaram a secretaria pela segunda vez (a primeira foi feita na gest&atilde;o anterior) sobre o n&atilde;o pagamento dos servi&ccedil;os prestados e o descumprimento contratual. Diante disso, a Secad e a Ag&ecirc;ncia de Defesa e Prote&ccedil;&atilde;o Social fizeram of&iacute;cio solicitando a publica&ccedil;&atilde;o do resultado da primeira fase do concurso e mais uma vez foi negado por parte da Funcab.&nbsp; A Funda&ccedil;&atilde;o&nbsp; assegura que realizou todas as suas atribui&ccedil;&otilde;es relacionadas &agrave; primeira fase e, com isso, requer o pagamento imediato de duas parcelas vencidas, que somam o montante de R$ 2.360.000.00.<br />
<br />
O secret&aacute;rio afirmou ainda que acionou a Controladoria Geral do Estado para fazer uma auditoria no Fundo de Gest&atilde;o de Recursos Humanos e Patrim&ocirc;nio (Fungerp) a fim de apurar irregularidades na aplica&ccedil;&atilde;o dos recursos, visto que foi transferida a quantia de R$ 1.412.837,93 do Fundo para o Tesouro no dia 29 de dezembro de 2014. O secret&aacute;rio tamb&eacute;m solicitou orienta&ccedil;&otilde;es e informa&ccedil;&otilde;es &agrave; Secretaria da Fazenda acerca da possibilidade de haver estorno dos recursos ao fundo com o objetivo de pagar as parcelas vencidas &agrave; Funcab.<br />
<br />
Abra&atilde;o Rezende Valen&ccedil;a &eacute; de Aracaj&uacute; (SE) e est&aacute; disputando uma vaga para o cargo de t&eacute;cnico em Defesa Social. Como membro da comiss&atilde;o que representa os candidatos, participou da reuni&atilde;o com os secret&aacute;rios estaduais. <em>&ldquo;N&oacute;s fomos informados de fato do que est&aacute; ocorrendo, pudemos observar em documentos oficiais o esfor&ccedil;o que o governo est&aacute; fazendo para resolver o problema&rdquo;</em>, pontuou.<br />
<br />
<u><strong>Hist&oacute;rico</strong></u><br />
<br />
Com um total de 42.827 inscritos, a prova objetiva do concurso para provimento de cargos do quadro da Defesa Social e Seguran&ccedil;a Penitenci&aacute;ria do Estado do Tocantins aconteceu no dia 14 de dezembro de 2014. Na &uacute;ltima quarta-feira, 7, a Funda&ccedil;&atilde;o publicou nota informando a n&atilde;o divulga&ccedil;&atilde;o dos resultados das provas.</span>

Comentários pelo Facebook: