Seet
Sobral – 300×100

Advogado protocola substituição de Elenil da Penha na chapa de Ronaldo Dimas

admin -

<span style="font-size: 14px; ">Conforme adiantado pelo AF Not&iacute;cias, a Coliga&ccedil;&atilde;o &ldquo;Juntos por Aragua&iacute;na&rdquo; protocolou &agrave;s 18h10min no Cart&oacute;rio Eleitoral de Aragua&iacute;na a substitui&ccedil;&atilde;o de Elenil da Penha (PMDB), candidato a vice-prefeito na chapa encabe&ccedil;ada por Ronaldo Dimas. O novo vice &eacute; Fraudneis Fiomare Rosa, candidato a vereador e ex-assessor de Elenil por dezesseis anos.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">O motivo da substitui&ccedil;&atilde;o &eacute; a inseguran&ccedil;a causada na coliga&ccedil;&atilde;o devido ao fato de que a Ministra do Tribunal Superior Eleitoral, Luciana L&oacute;ssio, ainda n&atilde;o julgou o Recurso Especial Eleitoral em que pede o deferimento da candidatura de Elenil.<br />
<br />
Em nota, Elenil disse que <em>&quot;mesmo com a convic&ccedil;&atilde;o de minha inoc&ecirc;ncia, como julgou o Tribunal Regional Eleitoral (TRE),&nbsp; abro hoje m&atilde;o da minha candidatura de vice-prefeito de Aragua&iacute;na&rdquo;.</em><br />
<br />
<em>&ldquo;Por coer&ecirc;ncia e em respeito a esta Cidade e ao seu povo me afasto da chapa&rdquo;</em>, afirmou Elenil. O ex-candidato a vice&nbsp; <em>&ldquo;aproveitou para agradecer o apoio e a solidariedade dos araguainenses&rdquo;</em>, se comprometendo a <em>&ldquo;continuar lutando pela elei&ccedil;&atilde;o de nossos companheiros e por uma Cidade melhor para todos, pois sou convicto que Araguaina tem jeito&rdquo;</em>.<br />
<br />
<u><strong>Decis&atilde;o de Consenso</strong></u><br />
<br />
Conforme Elenil da Penha, tamb&eacute;m presidente municipal do PMDB, a decis&atilde;o foi em consenso com a base aliada e a coliga&ccedil;&atilde;o &quot;Juntos por Aragua&iacute;na&quot;, optando por indicar Fraudneis Fiomare Rosa para assumir a vaga de vice-prefeito e &ldquo;caminhar ao lado de Dimas rumo a vit&oacute;ria.&quot;</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Perfil do novo vice</strong></u><br />
<br />
Nasceu em Aragua&iacute;na em 23 de abril 1975. &Eacute; casado e pai de duas filhas. Formado em Recursos Humanos e p&oacute;s-graduando em Gest&atilde;o e Auditoria na Administra&ccedil;&atilde;o P&uacute;blica.<br />
<br />
Come&ccedil;ou sua vida p&uacute;blica em 1994 compondo a chapa para vice-presidente do Gr&ecirc;mio Estudantil do Centro de Ensino M&eacute;dio Castelo Branco (antigo Col&eacute;gio Polivalente). Tamb&eacute;m foi presidente do Gr&ecirc;mio Estudantil do Centro de Ensino M&eacute;dio Paulo Freire em 1997.<br />
<br />
Fraudneis ocupou ainda os seguintes cargos:<br />
<br />
1997 &ndash; Filiou-se ao PMDB, sendo seu &uacute;nico partido at&eacute; hoje;<br />
<br />
1998 &ndash; Presidente fundador da UMESA – Uni&atilde;o Municipal dos Estudantes secundaristas de Aragua&iacute;na;<br />
<br />
1998 &ndash; Tesoureiro da UEES &ndash; Uni&atilde;o Estadual dos Estudantes Secundaristas do Tocantins;<br />
<br />
1997 a 2006 &ndash; Assessor Parlamentar do Vereador Elenil da Penha;<br />
<br />
2007 a abril/2012 – Diretor Administrativo da C&acirc;mara de Vereadores de Aragua&iacute;na;<br />
<br />
2012 &ndash; Candidato a vereador em Aragua&iacute;na.<br />
<br />
Candidato a vereador, Fraudneis renunciou a disputa para assumir como candidato a vice-prefeito da Coliga&ccedil;&atilde;o &ldquo;Juntos por Aragua&iacute;na&rdquo;.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Entenda</strong></u><br />
<br />
O registro de Elenil foi impugnado pela Justi&ccedil;a de 1&ordm; grau, a pedido do MPE, com fundamento na Lei Complementar 64/90, artigo 1&ordm;, &ldquo;g&rdquo;, por ter contas rejeitadas pelo TCE por irregularidades insan&aacute;veis. Conforme a Procuradoria Eleitoral, Elenil descumpriu o limite imposto pela a Constitui&ccedil;&atilde;o Federal e utilizou 78,32% do or&ccedil;amento da C&acirc;mara para pagamento de pessoal. Ainda segundo a Procuradoria, a exist&ecirc;ncia de d&eacute;ficit or&ccedil;ament&aacute;rio e a contrata&ccedil;&atilde;o de servidores sem o devido concurso p&uacute;blico afrontam as normas legais e os princ&iacute;pios do direito administrativo.<br />
<br />
Conforme Elenil, as irregularidades apontadas j&aacute; ocorriam desde as gest&otilde;es anteriores e quando tomou conhecimento delas buscou imediatamente meio de san&aacute;-las, conforme manda a Lei. Ainda segundo Elenil, a C&acirc;mara nunca teve d&eacute;ficit or&ccedil;ament&aacute;rio durante sua gest&atilde;o, mas pelo contr&aacute;rio, conseguiu economizar mais de um milh&atilde;o de reais e devolver aos cofres p&uacute;blicos.</span><br />

Comentários pelo Facebook: