Sobral – 300×100
Seet

Indígena é suspeito de matar esposa com golpe de faca e decepar dedo da filha de 7 meses

admin -

<span style="font-size:14px;">Uma ind&iacute;gena da etnia apinaj&eacute; foi morta com golpe de faca na altura do peito na noite de ter&ccedil;a-feira (20) na Aldeia Cipozal, localizada no Munic&iacute;pio de Tocantin&oacute;polis (TO), regi&atilde;o norte do Estado.&nbsp; Segundo a pol&iacute;cia, o suspeito do crime &eacute; o pr&oacute;prio esposo, que tamb&eacute;m decepou o dedo da filha de sete meses.<br />
<br />
A informa&ccedil;&atilde;o sobre o crime foi repassada &agrave; Pol&iacute;cia Militar de Tocantin&oacute;polis pela Funai por volta das 23h30 de ter&ccedil;a-feira. A v&iacute;tima foi identificada como Brandina Panhkh&eacute; Carvalho Apinaj&eacute;, 39 anos.<br />
<br />
Ainda segundo a PM, a filha da v&iacute;tima, de 7 meses, foi atingida pelo mesmo golpe na m&atilde;o direita que decepou ao meio o dedo m&eacute;dio. O dedo anular ficou dependurado apenas pela pele. A crian&ccedil;a n&atilde;o teve o nome divulgado e foi socorrida pelos pr&oacute;prios ind&iacute;genas.<br />
<br />
A PM tamb&eacute;m informou que o principal suspeito do homic&iacute;dio e da les&atilde;o causada na crian&ccedil;a &eacute; Jos&eacute; Patr&iacute;cio Dias, 49 anos, esposo da v&iacute;tima.&nbsp; Ele foi conduzido &agrave; delegacia da Pol&iacute;cia Civil de Tocantin&oacute;polis juntamente com testemunhas.&nbsp; J&aacute; o corpo da ind&iacute;gena foi levado ao IML de Aragua&iacute;na (TO).<br />
<br />
A aldeia Cipozal da etnia apinaj&eacute;&nbsp; fica pr&oacute;ximo &agrave; aldeia Mariazinha, distante cerca de 20 km de Tocantin&oacute;polis.&nbsp; Os povos apinaj&eacute;s vivem em aldeias na regi&atilde;o norte do Estado e pertencem ao tronco lingu&iacute;stico Macro-J&ecirc;.</span>

Comentários pelo Facebook: