Seet
Sobral – 300×100

Darcinópolis, Riachinho, Nova Olinda e Aguiarnópolis ganham laboratórios de próteses odontológicas

admin -

<span style="font-size:14px;">A regi&atilde;o norte do Tocantins vai contar com quatro novos Laborat&oacute;rios Regionais de Pr&oacute;teses Dent&aacute;rias, habilitados pelo Minist&eacute;rio da Sa&uacute;de e o governo federal vai&nbsp; disponibilizar R$ 360 mil por ano para a confec&ccedil;&atilde;o de pr&oacute;teses odontol&oacute;gicas. Com essa medida, o Estado passa a contar com 16 laborat&oacute;rios e ter&aacute; capacidade de produzir 8,5 mil pr&oacute;teses por ano.<br />
<br />
Os quatro novos laborat&oacute;rios ficam nas cidades de Darcin&oacute;polis, Riachinho, Nova Olinda e Aguiarn&oacute;polis. Cada munic&iacute;pio ter&aacute; capacidade para confeccionar 50 pr&oacute;teses dent&aacute;rias por m&ecirc;s, beneficiando 2.400 pessoas por ano. Com isso, haver&aacute; amplia&ccedil;&atilde;o da capacidade de atendimento em 30%.<br />
<br />
Segundo a assessora t&eacute;cnica de Sa&uacute;de Bucal de Alta e M&eacute;dia Complexidade da Secretaria de Estado da Sa&uacute;de (Sesau), Ellys Symone Gomes Arruda, com os novos laborat&oacute;rios, mais tocantinenses ter&atilde;o acesso a melhorar a mastiga&ccedil;&atilde;o, evitando assim problemas de ordem sist&ecirc;mica, como, por exemplo, a m&aacute; digest&atilde;o, al&eacute;m de aperfei&ccedil;oar a est&eacute;tica facial.<br />
<br />
<em>&ldquo;Com a amplia&ccedil;&atilde;o, mais pessoas ter&atilde;o acesso &agrave;s pr&oacute;teses, resultando em qualidade de vida, dando para essas pessoas condi&ccedil;&otilde;es de se sentirem mais motivadas at&eacute; para sorrir; pois as pessoas se constrangem quando tem a aus&ecirc;ncia dos dentes, n&atilde;o gostam de vir a p&uacute;blico, &agrave;s vezes at&eacute; se restringem de falar, de estar no meio social, e essa medida &eacute; tamb&eacute;m uma forma de inclus&atilde;o social</em>&rdquo;, ressalta Ellys Symone.<br />
<br />
O acesso da popula&ccedil;&atilde;o ao servi&ccedil;o &eacute; feito via unidade B&aacute;sica de Sa&uacute;de dos munic&iacute;pios. O cirurgi&atilde;o dentista da Estrat&eacute;gia de Sa&uacute;de da Fam&iacute;lia ser&aacute; o respons&aacute;vel pela moldagem e adapta&ccedil;&atilde;o da pr&oacute;tese.<br />
<br />
A amplia&ccedil;&atilde;o do atendimento faz parte das a&ccedil;&otilde;es do Brasil Sorridente, programa que visa garantir assist&ecirc;ncia odontol&oacute;gica gratuita para a popula&ccedil;&atilde;o que depende do Sistema &Uacute;nico de Sa&uacute;de (SUS). Os recursos ser&atilde;o liberados diretamente para as secretarias municipais de Sa&uacute;de, de acordo com a estrutura e a capacidade de fabrica&ccedil;&atilde;o de cada laborat&oacute;rio.</span>

Comentários pelo Facebook: