Seet
Sobral – 300×100

Governador nomeia gestores com credibilidade já "afetada" para comandar Instituto de Previdência

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
N&atilde;o bastasse a crise de credibilidade j&aacute; enfrentada pelo Instituto de Gest&atilde;o Previdenci&aacute;ria do Estado do Tocantins (Igeprev) e o rombo estimado em R$ 1,2 bilh&atilde;o com aplica&ccedil;&otilde;es temer&aacute;rias, o governador Marcelo Miranda ainda nomeou em cargos estrat&eacute;gicos do &oacute;rg&atilde;o dois nomes que enfrentam j&aacute; questionamentos tanto na Comiss&atilde;o de Valores Mobili&aacute;rios (CVM) quanto no Tribunal de Contas da Uni&atilde;o (TCU).&nbsp;&nbsp;<br />
&nbsp;&nbsp;&nbsp;&nbsp;<br />
Um deles &eacute; o diretor de Previd&ecirc;ncia Marcos Ant&ocirc;nio Urcino dos Santos. Segundo o <a href="http://www.clebertoledo.com.br/politica/2015/01/27/66468-outro-diretor-do-igeprev-tambem-e-investigado-pela-cvm-em-apuracao-sobre-prejuizos-a-fundacao-previd" target="_blank"><em>Portal CT</em></a>, ele responde a Processo Administrativo Sancionador (PAS) na Comiss&atilde;o de Valores Mobili&aacute;rios (CVM) em que apura &quot;eventuais irregularidades em neg&oacute;cios realizados nos mercados futuros da BM&amp;F, que resultou em preju&iacute;zo da Funda&ccedil;&atilde;o Assistencial e Previdenci&aacute;ria da EMATER/Paran&aacute; (Fapa), no per&iacute;odo entre outubro de 2002 a setembro 2004&quot;. O processo foi instaurado em 17 de junho de 2010. Outros 40 s&atilde;o acusados no mesmo processo juntamente com ele.<br />
<br />
A CVM n&atilde;o detalha qual acusa&ccedil;&atilde;o pesa contra Marcos Urcino. Ele responde como diretor de Previd&ecirc;ncia do Igeprev desde o dia 12 de janeiro, ap&oacute;s ser nomeado pelo governador Marcelo Miranda (PMDB).<br />
<br />
O presidente do Conselho de Administra&ccedil;&atilde;o, Jos&eacute; Carlos Rodrigues Bezerra, cargo estrat&eacute;gico no Igeprev, est&aacute; registrado com duas ocorr&ecirc;ncias no Cadastro de Respons&aacute;veis com Contas Julgadas Irregulares do Tribunal de Contas da Uni&atilde;o (TCU). Ele tamb&eacute;m foi condenado pela Comiss&atilde;o de Valores mobili&aacute;rios por descumprimento normas de administra&ccedil;&atilde;o e gest&atilde;o de fundos de investimentos no Banco da Amaz&ocirc;nia. Bezerra &eacute; atual subsecret&aacute;rio estadual de Desenvolvimento e Turismo, nomeado no dia 5 de janeiro.</span>

Comentários pelo Facebook: