Seet
Sobral – 300×100

Tecnologia inédita atesta qualidade do asfalto aplicado nas ruas de Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;">Com o objetivo de manter a qualidade do novo asfalto aplicado nas ruas em Aragua&iacute;na, as equipes da Prefeitura est&atilde;o fazendo uso de equipamentos in&eacute;ditos na cidade: o term&ocirc;metro infravermelho e a m&aacute;quina vibroacabadora. O primeiro tem a fun&ccedil;&atilde;o de mostrar se o asfalto CBUQ est&aacute; na temperatura aceit&aacute;vel; o segundo, regular a largura, a espessura ou altura da camada da capa asf&aacute;ltica, al&eacute;m de alinh&aacute;-la e nivel&aacute;-la.<br />
<br />
O emprego dos aparelhos, al&eacute;m de ser um aliado para aumentar a vida &uacute;til do pavimento, representa economia de material e m&atilde;o de obra beneficiando a popula&ccedil;&atilde;o com servi&ccedil;os de qualidade e reduzindo significativamente a possibilidade de penetra&ccedil;&atilde;o da &aacute;gua no asfalto.<br />
<br />
<strong><u>Term&ocirc;metro infravermelho</u></strong><br />
<br />
O controlador de temperatura digital se d&aacute; quando acionado um raio laser de alta precis&atilde;o, que, aplicado sobre a massa asf&aacute;ltica, gera uma resposta no visor do equipamento, dando as caracter&iacute;sticas da temperatura em graus Celsius (&deg;C) e Fahrenheit (&deg;F), ao mesmo tempo.<br />
<br />
<em>&ldquo;Essa esp&eacute;cie de term&ocirc;metros digitais s&atilde;o os mais adequados para calibrar a temperatura do asfalto. Se a temperatura n&atilde;o estiver de acordo, paramos a usina e a aplica&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, explicou o prefeito Ronaldo Dimas.<br />
<br />
A temperatura ideal para aplica&ccedil;&atilde;o da massa &eacute; que ela esteja em 160&deg;C. Segundo um dos analistas do laborat&oacute;rio, se chegar a marca de 180&deg;C (temperatura considerada muito alta) e se descer a temperatura para apenas 80&deg;C (considerada fria) a massa fica impr&oacute;pria para uso.<br />
<br />
A utiliza&ccedil;&atilde;o do equipamento digital &eacute; uma exig&ecirc;ncia do prefeito Ronaldo Dimas na inten&ccedil;&atilde;o de manter a qualidade do revestimento aplicado nas vias da cidade. A nova tecnologia come&ccedil;ou a ser utilizada pela primeira vez no in&iacute;cio de 2015 na aplica&ccedil;&atilde;o da capa asf&aacute;ltica em CBUQ, na Rua F&eacute;lix Maciel, prolongamento da Avenida C&ocirc;nego Jo&atilde;o Lima, na Vila Piau&iacute;.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Credito%20Leila%20Mel-Ascom%20(R17C).JPG" style="width: 600px; height: 391px;" /><br />
<strong><u>M&aacute;quina vibroacabadora</u></strong><br />
<br />
A m&aacute;quina vibroacabadora de asfalto faz a distribui&ccedil;&atilde;o da massa atrav&eacute;s de um sistema eletr&ocirc;nico, que regula a largura e espessura da capa asf&aacute;ltica, al&eacute;m de nivela-la, atrav&eacute;s da mesa, que varia de 2,3 a 6 metros de largura.<br />
<br />
Um dos benef&iacute;cios da m&aacute;quina &eacute; evitar a forma&ccedil;&atilde;o de desn&iacute;veis. Seu potencial de variar a espessura e tamanho da capa proporciona um trabalho de qualidade.<br />
<br />
<u><strong>Asfalto</strong></u><br />
<br />
O CBUQ aplicado em Aragua&iacute;na, por exemplo, resiste &agrave; trafegabilidade de 30 a 45 toneladas, dependendo das caracter&iacute;sticas f&iacute;sico-qu&iacute;micas da massa e da base do pavimento onde se d&aacute; a aplica&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
O pavimento com o CBUQ &eacute; feito em etapas. A primeira etapa conta com o perfilamento da rua e a segunda com aplica&ccedil;&atilde;o da capa asf&aacute;ltica, na qual s&atilde;o usados o term&ocirc;metro e a m&aacute;quina vibroacabadora. &quot;Parece que estamos asfaltando a rua duas vezes, mas n&atilde;o &eacute;, o processo segue etapas para garantir a qualidade&quot;, explica o prefeito Ronaldo Dimas.<br />
<br />
Ap&oacute;s fazer constantes fiscaliza&ccedil;&otilde;es nas frentes e an&aacute;lises de calibra&ccedil;&atilde;o da massa asf&aacute;ltica, mensalmente os profissionais qualificados enviam relat&oacute;rios para serem acompanhados e analisados pelo prefeito em rela&ccedil;&atilde;o &agrave;s regularidades na distribui&ccedil;&atilde;o e qualidade da massa.</span>

Comentários pelo Facebook: