Seet
Sobral – 300×100

DNIT recupera trecho na BR-153 que vitimou cinco pessoas, mas classifica ação como coincidência

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;">Na manh&atilde; da &uacute;ltima sexta-feira, 25, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Tr&acirc;nsito (DNIT) iniciou a recupera&ccedil;&atilde;o do trecho da rodovia BR 153, Km 163, local onde ocorreu o grave acidente que vitimou uma professora, suas duas filhas e duas enteadas, e ainda deixou outras cinco pessoas feridas na &uacute;ltima quinta-feira, 24.&nbsp;</span><br />
<br />
<span style="font-size: 14px;">Por volta das 8 horas da manh&atilde;, equipes do Departamento iniciaram a recupera&ccedil;&atilde;o do trecho da BR, isolaram parte da rodovia controlando a velocidade e o fluxo de ve&iacute;culos,&nbsp; e taparam os buracos da pista que foram apontados pela Pol&iacute;cia Rodovi&aacute;ria Federal como uma das causas do tr&aacute;gico acidente. Naquela proximidade, os servi&ccedil;os foram conclu&iacute;dos no fim da tarde.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>A&ccedil;&atilde;o do MPF</strong></u><br />
<br />
A medida tamb&eacute;m veio ap&oacute;s o Minist&eacute;rio P&uacute;blico Federal ter instaurado dois inqu&eacute;ritos civis para buscar solu&ccedil;&atilde;o para a situa&ccedil;&atilde;o calamitosa em que se encontra a BR 153, no norte do Estado. A a&ccedil;&atilde;o cobra solu&ccedil;&otilde;es imediatas do DNIT para tomar provid&ecirc;ncias na rodovia federal entre as cidades de Wanderl&acirc;ndia e Colinas.<br />
<br />
<strong><u>Coincid&ecirc;ncia</u></strong><br />
<br />
Para o DENIT o fato da recupera&ccedil;&atilde;o da pista da rodovia chegar somente um dia ap&oacute;s a trag&eacute;dia &eacute; apenas uma coincid&ecirc;ncia. <em>&quot;O DNIT vem atuando na opera&ccedil;&atilde;o tapa-buraco e ro&ccedil;agem desde o fim do m&ecirc;s de novembro do ano passado, inclusive, a opera&ccedil;&atilde;o j&aacute; estava chegando ao local onde aconteceu o recente acidente,</em>&quot; afirmou o engenheiro Manoel das Gra&ccedil;as, chefe do &Oacute;rg&atilde;o em Aragua&iacute;na.<br />
<br />
<u><strong>A Trag&eacute;dia</strong></u><br />
<br />
O acidente ocorreu na manh&atilde; da quinta-feira e deixou 5 v&iacute;timas fatais e outras 5 gravemente feridas. S&atilde;o elas: a professora Cleany Guimar&atilde;es, as duas filhas da educadora, Any Beatriz Guimar&atilde;es, de 4 anos e Rosa Yngred Guimar&atilde;es, de 13, e as duas enteadas, Helem Soany Rodrigues Pereira, de 12 anos e Herika Fernanda Rodrigues Pereira, de 14.. Tr&ecirc;s corpos foram velados ontem em W&acirc;nderl&acirc;ndia (TO). <em>(Com informa&ccedil;&otilde;es do site Aragua&iacute;na Not&iacute;cias)</em></span></div>

Comentários pelo Facebook: