Seet
Sobral – 300×100

Moradores do Tecnorte denunciam permuta de área onde deveria ser praça

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Arnaldo Filho</strong></u><br />
<em>AF Not&iacute;cias</em><br />
<br />
Um grupo de moradores dos setores Jardim Filad&eacute;lfia e Jardim Beira do Lago, mais conhecido como Tecnorte, se reuniram com o prefeito Ronaldo Dimas na noite da &uacute;ltima sexta-feira, 27, para apresentar os problemas da localidade e denunciar a permuta de uma &aacute;rea de Utilidade P&uacute;blica, na gest&atilde;o do ex-prefeito Valuar Barros, onde deveria ter sido implantada uma pra&ccedil;a. Na oportunidade, solicitaram a revoga&ccedil;&atilde;o do Decreto autorizador de permuta.<br />
<br />
Os l&iacute;deres comunit&aacute;rios estiveram acompanhados do vereador Divino Beth&acirc;nia (PSD) que refor&ccedil;ou o pedido de revoga&ccedil;&atilde;o da permuta da &aacute;rea, afirmando que, se for preciso, ir&aacute; propor uma Comiss&atilde;o Especial de Inqu&eacute;rito (CEI) para investigar a legalidade da transa&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
<u><strong>Problemas</strong></u><br />
<br />
Os moradores apresentaram ao prefeito Ronaldo Dimas um of&iacute;cio onde relatam que a situa&ccedil;&atilde;o do Jardim Filad&eacute;lfia &eacute; de total abandono. Segundo eles, h&aacute; ruas com o asfalto totalmente danificado colocando em risco pedestres e motoristas, dada a necessidade de desvio dos buracos; h&aacute; tamb&eacute;m grandes &aacute;reas sem qualquer edifica&ccedil;&atilde;o e/ou manuten&ccedil;&atilde;o, onde a vegeta&ccedil;&atilde;o alta coloca em perigo a seguran&ccedil;a e sa&uacute;de da popula&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
J&aacute; no Jardim Beira Lago, os moradores argumentam que o setor possui apenas algumas ruas asfaltadas e que no per&iacute;odo de chuva o tr&aacute;fego no local fica totalmente inviabilizado devido as inunda&ccedil;&otilde;es, al&eacute;m de causar enormes preju&iacute;zos.<br />
<br />
<u><strong>&Aacute;rea p&uacute;blica</strong></u><br />
<br />
Os moradores denunciaram tamb&eacute;m ao prefeito Ronaldo Dimas a transmiss&atilde;o, a t&iacute;tulo de permuta, da &aacute;rea de Utilidade P&uacute;blica (UP-01), situada &agrave; Rua Sabar&aacute;, Loteamento Beira Lago, de 3.409,50 m2, com a Incorporadora Itapu&atilde;, em julho de 2012. Segundo eles, desde 2009 estavam lutando para que a mesma fosse destinada &agrave; constru&ccedil;&atilde;o de uma pra&ccedil;a, com vistas &agrave; oferta de um espa&ccedil;o de lazer e conviv&ecirc;ncia, privilegiando um projeto paisag&iacute;stico que valorizasse o meio ambiente local e assegurasse o bem estar da popula&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Conforme Certid&atilde;o emitida pelo Cart&oacute;rio de Registro de Im&oacute;veis de Aragua&iacute;na, o processo se deu com base em Decreto Municipal n&ordm; 016/2011. Ainda conforme o documento, no momento da transmiss&atilde;o, o im&oacute;vel de mais de mais de 3.400 m2, equivalente a treze lotes de 250 m2, foi atribu&iacute;do o valor de, apenas, 184 mil reais.<br />
<br />
Ainda segundo os moradores, o ato se consubstanciou em clara ofensa aos interesses da coletividade em detrimento de um particular. Ainda em 2012, a comunidade denunciou o fato &agrave; Promotoria do Patrim&ocirc;nio P&uacute;blico de Aragua&iacute;na solicitando a atua&ccedil;&atilde;o com vistas a apura&ccedil;&atilde;o minuciosa da transa&ccedil;&atilde;o, bem como a anula&ccedil;&atilde;o do ato jur&iacute;dico que transmitiu a &aacute;rea &agrave; iniciativa privada.<br />
<br />
<u><strong>Solu&ccedil;&otilde;es apontadas</strong></u><br />
<br />
Em rela&ccedil;&atilde;o &agrave;s solicita&ccedil;&otilde;es de revitaliza&ccedil;&atilde;o nos setores, Ronaldo Dimas afirmou que dificilmente conseguir&aacute; recursos para proceder &agrave;s melhorias, tendo em vista existirem dezenas de outros bairros carentes e mais necessitados. Mesmo assim, o prefeito prop&ocirc;s que a prefeitura execute os servi&ccedil;os e rateie os custos entre a popula&ccedil;&atilde;o beneficiada. <em>&ldquo;Esta &eacute; a &uacute;nica forma de solucionarmos com rapidez os problemas nas regi&otilde;es mais privilegiadas de Aragua&iacute;na&rdquo;</em>, explicou Dimas. Os l&iacute;deres v&atilde;o discutir com os demais moradores a proposta e, caso aceitem, os servi&ccedil;os podem ser executados ainda este ano.<br />
<br />
Ainda conforme o prefeito, a partir de agora, as empresas contratadas pelo poder p&uacute;blico para executar servi&ccedil;os de infraestrutura urbana ter&atilde;o de garantir uma durabilidade m&iacute;nima de 5 anos. <em>&ldquo;A cidade chegou a esse caos exatamente por causa de servi&ccedil;os mal feitos. N&atilde;o vou jogar meu nome na lama&rdquo;</em>, afirmou Dimas.<br />
<br />
J&aacute; em rela&ccedil;&atilde;o &agrave; &aacute;rea p&uacute;blica, o prefeito se comprometeu a analisar os documentos e tomar as medidas cab&iacute;veis, inclusive podendo revogar o Decreto da gest&atilde;o anterior.</span></div>

Comentários pelo Facebook: