Seet
Sobral – 300×100

Dimas dá "voto de confiança" e retoma transporte de alunos do Estado, mesmo sem receber dívida

admin -

<span style="font-size:14px;">O prefeito de Aragua&iacute;na (TO), Ronaldo Dimas, decidiu retomar temporariamente o transporte escolar dos alunos da rede estadual de ensino a partir desta segunda-feira (1&ordm; de mar&ccedil;o), mesmo sem o Governo do&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">Estado ter quitado a d&iacute;vida do ano passado e renegociado os valores para 2015.&nbsp;</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">A decis&atilde;o foi tomada ap&oacute;s audi&ecirc;ncia em Palmas, na sexta-feira, 27, com os secret&aacute;rios estaduais da Educa&ccedil;&atilde;o, Ad&atilde;o Francisco de Oliveira, e da Fazenda, Paulo Afonso Teixeira. O problema foi rediscutido e os secret&aacute;rios pediram um pequeno prazo para decis&atilde;o.<br />
<br />
Em informe enviado aos pais dos alunos, o prefeito garantiu o funcionamento dos servi&ccedil;os at&eacute; o dia 31 de mar&ccedil;o, prazo dado ao Governo do Estado para decidir sobre valor vi&aacute;vel do transporte e quita&ccedil;&atilde;o de d&iacute;vidas pendentes &agrave; Prefeitura. Os valores devidos passam de R$ 1,6 milh&atilde;o.<br />
<br />
<em>&quot;Um m&ecirc;s sem aula &eacute; muita coisa, ainda bem que o meu filho vai poder estudar, j&aacute; estava ficando preocupada com essa situa&ccedil;&atilde;o&quot;</em>, disse Ana Maria, moradora do Residencial Jardim Belo e m&atilde;e do aluno Fl&aacute;vio Bezerra, da Escola Estadual Adolfo Bezerra.<br />
<br />
<em>&quot;Gra&ccedil;as a Deus o &ocirc;nibus voltou a pegar a gente aqui, j&aacute; perdi muita aula m&ecirc;s passado, agora &eacute; pegar o conte&uacute;do com os colegas&quot;</em>, disse a aluna Patr&iacute;cia Figueira, tamb&eacute;m da escola estadual.<br />
<br />
<u><strong>Entenda</strong></u><br />
<br />
Em 2013, a Prefeitura de Aragua&iacute;na acertou com o Governo do Estado do Tocantins o valor de R$ 1.829.000,00 divididos em 10 parcelas de R$ 182.900,00 para o transporte anual de 574 alunos da zona rural para as escolas estaduais, equivalendo a R$ 3.186,41 por aluno ao ano. Em 2014, sem comunicar ao Munic&iacute;pio, o Estado reduziu o valor para R$ 56.500,00. Na expectativa de regulariza&ccedil;&atilde;o, a Prefeitura manteve o transporte para n&atilde;o prejudicar os alunos.<br />
<br />
O Munic&iacute;pio entrou com a&ccedil;&atilde;o judicial cobrando a diferen&ccedil;a, que era de R$ 1.617.000,00, que at&eacute; agora n&atilde;o foi quitada. Al&eacute;m de n&atilde;o assumir a totalidade do d&eacute;bito, o Estado quer transferir a responsabilidade do transporte desses alunos &agrave; Prefeitura. Neste ano, s&atilde;o 703 alunos e, como base nos valores de 2013, o transporte escolar anual desses alunos ficaria em R$ 2.240.046,23. O Estado quer pagar R$ 565.000,00, inviabilizando o transporte.<br />
<br />
Conforme a Prefeitura, caso o Estado n&atilde;o decida e quite os d&eacute;bitos pendentes, ap&oacute;s 31 de mar&ccedil;o o Munic&iacute;pio n&atilde;o ter&aacute; mais condi&ccedil;&atilde;o de garantir o transporte que &eacute; de responsabilidade do Estado.</span>

Comentários pelo Facebook: