Sobral – 300×100
Seet

Criminosos sequestram tesoureiro do Banco do Brasil e familiares, mas liberam sem receber resgate

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
O tesoureiro de uma ag&ecirc;ncia do Banco do Brasil em Aragua&iacute;na (TO), localizada na Rua Ademar Vicente Ferreira, pr&oacute;ximo &agrave; prefeitura, e sua fam&iacute;lia foram sequestrados por um grupo de criminosos na noite de segunda-feira (2).<br />
<br />
Segundo a Pol&iacute;cia Militar, irm&atilde;s do funcion&aacute;rio do BB, que tamb&eacute;m foram feitas ref&eacute;ns,</span><span style="font-size:14px;">&nbsp;relataram que por volta das 22h20min, elas e o irm&atilde;o (tesoureiro) foram surpreendidos por dois homens armados e obrigados a entrar em um ve&iacute;culo e conduzidos at&eacute; um local nas proximidades do povoado Crato, na BR-153.<br />
<br />
No suposto cativeiro, um dos criminosos&nbsp;ficou vigiando as v&iacute;timas e os demais se deslocaram com o funcion&aacute;rio at&eacute; Aragua&iacute;na, onde por volta das 07h00 desta ter&ccedil;a-feira (3) determinaram que ele fosse at&eacute; a ag&ecirc;ncia e retirasse o dinheiro do resgate.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Por&eacute;m, quando os criminosos ligaram para o funcion&aacute;rio do banco, eles foram informados de que a Policia Militar j&aacute; tinha conhecimento do sequestro. V</span><span style="font-size:14px;">&aacute;rias viaturas e a Equipe T&aacute;tica da Pol&iacute;cia Militar j&aacute; cercavam a sa&iacute;da da ag&ecirc;ncia.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Logo depois, duas das v&iacute;timas informaram aos policiais que tinham acabado de ser liberadas pelos sequestradores e que seus parentes j&aacute; estavam na Delegacia de Policia Civil prestando esclarecimento.<br />
<br />
O funcion&aacute;rio do Banco e as v&iacute;timas tamb&eacute;m foram conduzidas &agrave; Delegacia Especializada em Investiga&ccedil;&atilde;o Criminal (DEIC).&nbsp; As v&iacute;timas disseram que n&atilde;o sofreram agress&otilde;es f&iacute;sicas enquanto estavam em poder dos criminosos.</span><br />
<br />

Comentários pelo Facebook: