Seet
Sobral – 300×100

Presos escavam túnel em pavilhão onde reúne membros de facções criminosas; PM intervém nos presídios

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Durante uma a&ccedil;&atilde;o de vistoria realizada na manh&atilde; desta quinta-feira (5) na Casa de Pris&atilde;o Provis&oacute;ria de Palmas (CPPP), policiais militares encontraram um t&uacute;nel com mais de dez metros de extens&atilde;o. Segundo a Secretaria de Seguran&ccedil;a P&uacute;blica, esse t&uacute;nel vinha sendo escavado por detentos da unidade prisional durante esse per&iacute;odo em que os policiais civis do Estado est&atilde;o em greve. O t&uacute;nel est&aacute; sendo periciado, para posterior concretagem.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">A escava&ccedil;&atilde;o aconteceu no pavilh&atilde;o B da CPPP, local onde concentra grupo de condenados mais perigosos do Estado, com detentos ligados a fac&ccedil;&otilde;es criminosas fortes no Brasil, como o Comando Vermelho e Primeiro Comando da Capital. Nas paredes das celas e do corredor, h&aacute; dezenas de picha&ccedil;&otilde;es, desenhos e at&eacute; letras bem desenhadas com os s&iacute;mbolos das duas fac&ccedil;&otilde;es. Para cavar o t&uacute;nel, os detentos j&aacute; tinham removido mais de oito metros de terra e o buraco alcan&ccedil;ava um dos muros.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Fac%E7%E3o%20criminosa%20deixa%20marca%20na%20CPPP.jpg" style="width: 169px; height: 225px; float: left;" /></span>&nbsp;<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Picha%C3%A7%C3%A3o%20de%20fac%C3%A7%C3%A3o%20criminosa.jpg" style="width: 300px; height: 225px; float: right;" /><br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Pol&iacute;cia Civil diz que descobriu t&uacute;nel</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Segundo o movimento grevista, o t&uacute;nel foi descoberto por agentes da intelig&ecirc;ncia da Pol&iacute;cia Civil e do Sistema Penitenci&aacute;rio. Os presos pretendia fugir at&eacute; o final de semana.<br />
<br />
Os policiais civis teriam avisado na quarta-feira, 4 de mar&ccedil;o, o governo do Estado sobre a situa&ccedil;&atilde;o e repassado orienta&ccedil;&otilde;es aos PMs para desarticular o plano.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Na a&ccedil;&atilde;o da PM houve um pouco de resist&ecirc;ncia dos presos, que logo foi controlada. No local, foram encontrados v&aacute;rios objetos perfurantes (chuchos, facas artesanais), carregadores de celular e alguns telefones. <em>&ldquo;Desde que iniciamos o nosso movimento, garantimos que far&iacute;amos uma greve respons&aacute;vel. Manter&iacute;amos os servi&ccedil;os essenciais. Jamais permitir&iacute;amos uma fuga de mais de 200 presos perigosos, como poderia ocorrer nesse t&uacute;nel&rdquo;</em>, destacou o presidente do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins), Moisemar Marinho.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Vistoria</strong></u><br />
<br />
A vistoria est&aacute; ocorrendo durante toda esta quinta-feira. A Pol&iacute;cia Militar entrou na CPPP respaldada por uma decis&atilde;o judicial da desembargadora Maysa Vendramini, em que determina a suspens&atilde;o da greve da Pol&iacute;cia Civil e autoriza os militares a fazerem vistorias nas unidades prisionais de todo o Estado, caso os servidores n&atilde;o voltassem ao trabalho.<br />
<br />
A entrada dos policiais militares na CPPP teve in&iacute;cio &agrave;s 5 horas e o acesso aos pavilh&otilde;es &agrave;s 7 horas. Nesse per&iacute;odo os detentos foram retirados de suas celas e encaminhados para o p&aacute;tio de banho de sol. Ap&oacute;s isso, todos os p&aacute;tios internos e externos da unidade prisional come&ccedil;aram a ser minuciosamente vistoriados.<br />
<br />
A a&ccedil;&atilde;o &eacute; comandada pelo tenente-coronel Wagner Vieira da Cunha. <em>&ldquo;Bastante material foi encontrado na unidade, como celulares, espetos de ferro, chuchos, entre objetos perfurantes. Os detentos nos receberam na paz e colaboraram com a a&ccedil;&atilde;o&rdquo;</em>, informa ele.<br />
<br />
O efetivo empregado na opera&ccedil;&atilde;o foi de 139 homens, sendo nove bombeiros e os demais 130 divididos entre integrantes do 1&ordm; Batalh&atilde;o de Pol&iacute;cia Militar (BPM) e Companhia Independente de Opera&ccedil;&otilde;es Especiais (Ciop).<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Foto%201%20-%20Casa%20de%20pris%E3o%20provis%F3ria%20de%20palmas%20foto%20divulga%E7%E3o.jpg" style="width: 600px; height: 360px;" /><br />
(T&uacute;nel escavado dentro da uma das celas da Casa de Pris&atilde;o Provis&oacute;ria de Palmas)<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Foto%203%20-%20Casa%20de%20pris%E3o%20provis%F3ria%20de%20palmas%20foto%20divulga%E7%E3o.jpg" style="width: 300px; height: 180px; float: left;" />&nbsp;<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Foto%202%20-%20Casa%20de%20pris%C3%A3o%20provis%C3%B3ria%20de%20palmas%20foto%20divulga%C3%A7%C3%A3o.jpg" style="width: 300px; height: 180px; float: right;" /></span><br />
<br />

Comentários pelo Facebook: