Sobral – 300×100
Seet

Polícia Civil apreende cerca de 500 quilos de maconha

admin -

<span style="font-size:14px;"><u>Da Reda&ccedil;&atilde;o</u><br />
<br />
Mesmo em greve, policiais civis do Tocantins </span><span style="font-size:14px;">apreenderam, no in&iacute;cio da noite deste domingo, 8 de mar&ccedil;o, cerca de 500 quilos de maconha que estavam em um fundo falso de um caminh&atilde;o na cidade de Colinas, no norte do Estado. O motorista, Euripides Fagundes de Oliveira, 36 anos, foi preso. Ele &eacute; natural Itumbiera, Goi&aacute;s.&nbsp;</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">O entorpecente vinha do Paraguai</span><span style="font-size:14px;">&nbsp;e cruzou o pa&iacute;s com destino ao Par&aacute;. Parte da droga seria vendida no Tocantins. Os agentes da pol&iacute;cia levaram duas horas para revistar s&oacute; a cabine do caminh&atilde;o, onde estava escondida a maconha. O fundo falso, constru&iacute;do pelos criminosos, era coberto com placa de a&ccedil;o.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Os policiais que fizeram a captura afirmaram ser poss&iacute;vel que a droga pertencia a mesma quadrilha que, h&aacute; duas semanas, tentou transportar mais de 200 quilos de maconha com um caminhoneiro, que tamb&eacute;m acabou preso em Colinas.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Para o Sindicato da categoria, essa &eacute; mais uma a&ccedil;&atilde;o que demonstra o comprometimento da Pol&iacute;cia Civil com a sociedade mesmo em per&iacute;odo de greve geral.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;"><em>&ldquo;A nossa greve &eacute; respons&aacute;vel. Os 20% de servi&ccedil;os ess&ecirc;ncias, at&eacute; agora, s&atilde;o mantidos e neste domingo a Pol&iacute;cia Civil deu mais uma prova do compromisso com a sociedade tirando mais de 400 quilos de maconha de circula&ccedil;&atilde;o no Estadio&rdquo;</em>, destacou o presidente do Sinpol-TO (Sindicato dos Policiais Civis do Tocantins), Moisemar Marinho.<br />
Parte da droga apreendida hoje seria comercializada no Tocantins.<br />
<br />
A carga, no mercado negro de drogas, tem um valor aproximado de cerca de R$ 500 mil.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/caminhaodrogas620.jpg" style="width: 600px; height: 334px;" /></span><br />
<br />

Comentários pelo Facebook: