Seet
Sobral – 300×100

Gasolina sofre reajuste de 6,6% e diesel 5,4%, a partir desta quarta

admin -

<div style="text-align: justify;">
<span style="font-size:14px;"><u><strong>Da Reda&ccedil;&atilde;o</strong></u><br />
<br />
A Petrobras anunciou na &uacute;ltima ter&ccedil;a-feira, 29, um aumento de 6,6% no pre&ccedil;o da gasolina comum (Gasolina A) e de 5,4% no pre&ccedil;o do &oacute;leo diesel nas refinarias da companhia em todo o pa&iacute;s a partir desta quarta (30).<br />
<br />
Conforme a empresa, o reajuste foi definido levando em considera&ccedil;&atilde;o a pol&iacute;tica de pre&ccedil;os da companhia de buscar alinhar os pre&ccedil;os dos derivados aos praticados no mercado internacional.<br />
<br />
Analistas calculam que a alta da gasolina na bomba dever&aacute; ficar entre 4% e 5,3%.<br />
<br />
Quando o plano de neg&oacute;cios da estatal para o per&iacute;odo de 2012 a 2016 foi fechado, no ano passado, a presidente da Petrobr&aacute;s, Maria das Gra&ccedil;as Foster, afirmou que o pre&ccedil;o da gasolina estava com uma defasagem de 15%. Parte disso foi recomposta ainda em 2012, com o reajuste de 7,8% dado &agrave;s refinarias. Esse reajuste n&atilde;o chegou ao consumidor: o governo zerou o principal tributo cobrado do setor, a Contribui&ccedil;&atilde;o de Interven&ccedil;&atilde;o no Dom&iacute;nio Econ&ocirc;mico (Cide). Agora sem a Cide, a eleva&ccedil;&atilde;o vai chegar aos postos.</span></div>

Comentários pelo Facebook: