Sobral – 300×100
Seet

Cia Art’Sacra cancela Paixão de Cristo por falta de apoio

admin -

<span style="font-size:14px;">Ap&oacute;s 12 anos ininterruptos, a edi&ccedil;&atilde;o deste ano do espet&aacute;culo teatral Paix&atilde;o de Cristo, realizado pela Cia Art&rsquo;Sacra, ser&aacute; cancelada. Considerada a maior produ&ccedil;&atilde;o teatral do Tocantins e uma das maiores do Pa&iacute;s, a pe&ccedil;a teatral re&uacute;ne anualmente cerca de oito mil pessoas para prestigiar o evento e cerca de 300 pessoas no elenco e equipe de produ&ccedil;&atilde;o. Por&eacute;m, por falta de apoio, n&atilde;o ser&aacute; poss&iacute;vel a realiza&ccedil;&atilde;o do evento neste ano. Esta seria a 13&ordf; edi&ccedil;&atilde;o do espet&aacute;culo teatral sacro, com estreia prevista para o dia 3 de abril, no est&aacute;dio Nilton Santos.<br />
<br />
De acordo com o presidente da Art&rsquo;Sacra e diretor do espet&aacute;culo, Valdeir Santana, a equipe j&aacute; havia selecionado os atores, os ensaios j&aacute; tinham se iniciado e algumas propostas de apoio j&aacute; estavam sendo firmadas, desde novembro do ano passado. Por&eacute;m, nada concretizou-se, at&eacute; esta quinta-feira (12), 22 dias antes da data de realiza&ccedil;&atilde;o do evento. <em>&ldquo;A estrutura que preparamos no est&aacute;dio Nilton Santos &eacute; muito grande. A empresa respons&aacute;vel precisa come&ccedil;ar com bastante anteced&ecirc;ncia, j&aacute; est&aacute; muito em cima da data e n&atilde;o tivemos nada concreto firmado quanto a patroc&iacute;nio, por isso, &eacute; necess&aacute;rio cancelar</em>&rdquo;, expressa o presidente.<br />
<br />
Ainda segundo o Valdeir, foi cogitada pela Prefeitura de Palmas a possibilidade de alguns trechos da Paix&atilde;o de Cristo serem apresentados na programa&ccedil;&atilde;o oficial de P&aacute;scoa da cidade, o que tamb&eacute;m n&atilde;o confirmado pela dire&ccedil;&atilde;o da Art&rsquo;Sacra. <em>&ldquo;A presidente da Funda&ccedil;&atilde;o Cultural de Palmas (Eliane Campos) se mostrou muito interessada em contribuir com o evento e em contar com a nossa participa&ccedil;&atilde;o no evento da Prefeitura, mas n&atilde;o temos mais condi&ccedil;&otilde;es de aguardar respostas, infelizmente teremos de cancelar&rdquo;</em>, pondera.<br />
<br />
<u><strong>Equipe</strong></u><br />
<br />
Contando com cerca de 300 pessoas, a equipe de elenco e produ&ccedil;&atilde;o &eacute; formada por volunt&aacute;rios. O ator e humorista Hitalon Bastos descreve o seu sentimento como de indigna&ccedil;&atilde;o e revolta. &ldquo;Temos um espet&aacute;culo t&atilde;o bonito, t&atilde;o bem feito, procuramos o poder p&uacute;blico com anteced&ecirc;ncia, mas n&atilde;o tivemos tipo nenhuma resposta at&eacute; o momento, &eacute; revoltante&rdquo;, delclara.<br />
<br />
O ator Guilherme Ant&ocirc;nio est&aacute; na Companhia desde a primeira edi&ccedil;&atilde;o da Paix&atilde;o de Cristo, quando ainda era realizada em formato <em>menor, na Igreja Dom Orione. Ele compartilha do sentimento de frustra&ccedil;&atilde;o dos demais integrantes do grupo. &ldquo;J&aacute; que estamos na Capital da F&eacute;, como se diz, que f&eacute; essa que n&atilde;o vai &agrave; frente para garantir a realiza&ccedil;&atilde;o desse evento que &eacute; parte do calend&aacute;rio oficial da cidade? Estou me sentindo me sentindo muito triste&rdquo;</em>, diz.<br />
<br />
Membro da equipe de produ&ccedil;&atilde;o, Fabiana Miranda relembra o esfor&ccedil;o e expectativa da equipe para a realiza&ccedil;&atilde;o do espet&aacute;culo deste ano. <em>&ldquo;&Eacute; um sentimento de tristeza e decep&ccedil;&atilde;o porque a gente j&aacute; vem h&aacute; alguns meses se preparando e as pessoas v&atilde;o criando uma certa expectativa. A not&iacute;cia &eacute; frustante porque esta &eacute; a maior celebra&ccedil;&atilde;o crist&atilde;. A falta desse apoio nos faz questionar se realmente estamos vivendo na Capital da F&eacute;&rdquo;</em>, revela.<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Equipe_de_dire%E7%E3o_da_Cia_Art'Sacra%5B1%5D.jpg" style="width: 600px; height: 450px;" /><br />
<br />
<u><strong>Hist&oacute;ria</strong></u><br />
<br />
A Cia foi fundada em 16 de maio de 2005 por um grupo de jovens apaixonados pelo teatro e que sempre atuavam nas apresenta&ccedil;&otilde;es sacras onde dramatizavam passagens dos Evangelhos e outras tem&aacute;ticas para reflex&otilde;es lit&uacute;rgicas e forma&ccedil;&otilde;es s&oacute;cio-educativas na Par&oacute;quia Dom Orione em Palmas &ndash; Tocantins. A Cia de Teatro Art&acute;Sacra recebeu o reconhecimento do poder p&uacute;blico estadual, atrav&eacute;s da Funda&ccedil;&atilde;o Cultural do Estado do Tocantins em maio de 2010, que concedeu ao espet&aacute;culo teatral sacro da Paix&atilde;o de Cristo, evento Cultural do Estado, pelos seus trabalhos realizados na &aacute;rea de teatro e forma&ccedil;&atilde;o. Tal reconhecimento ressalta a sua import&acirc;ncia na sociedade como uma entidade que fomenta a cultura sacra e popular e colabora desta forma com a forma&ccedil;&atilde;o cultural do Estado do Tocantins.</span>

Comentários pelo Facebook: