Seet
Sobral – 300×100

Polícia Militar permanecerá com suporte de efetivo nas unidades prisionais por tempo indeterminado

admin -

<span style="font-size:14px;">Mais de 150 armas artesanais e cinco celulares foram encontrados nas celas e pavilh&otilde;es da Casa de Pris&atilde;o Provis&oacute;ria de Palmas (CPPP) nesta segunda-feira, 16, durante a&ccedil;&atilde;o da Pol&iacute;cia Militar (PM). A opera&ccedil;&atilde;o come&ccedil;ou nas primeiras horas do dia e durou mais de nove horas. Ao todo, 130 homens se revezaram do lado de fora e no interior da unidade prisional e se n&atilde;o fosse a a&ccedil;&atilde;o imediata da PM, as consequ&ecirc;ncias poderiam ser imprevis&iacute;veis.<br />
<br />
Os militares encontraram ainda v&aacute;rios presos pelos corredores e celas danificadas. Ind&iacute;cios de t&uacute;neis e buracos nas paredes que poderiam favorecer uma poss&iacute;vel fuga tamb&eacute;m foram encontrados. Todas as provid&ecirc;ncias j&aacute; foram tomadas para reparar os danos, inclusive a solda de grades.<br />
<br />
O balan&ccedil;o foi apresentado pelo coordenador da a&ccedil;&atilde;o, tenente-coronel Wagner&nbsp;Vieira da Cunha, no final da tarde desta segunda, durante coletiva de imprensa. <em>&ldquo;Os resultados foram favor&aacute;veis. N&atilde;o encontramos nenhum preso lesionado, apreendemos 155 facas e outros objetos&rdquo;</em>, disse.<br />
<br />
O tenente-coronel, que tamb&eacute;m &eacute; coordenador do policiamento da capital, informou que parte do efetivo militar, com cerca de 30 homens, continuar&aacute; por tempo indeterminado na unidade para garantir a seguran&ccedil;a coletiva. <em>&ldquo;Vamos continuar com a guarda, estaremos auxiliando no que for preciso. Compete &agrave; PM dar suporte na guarda interna e externa, fazer revistas quantas vezes forem necess&aacute;rias e at&eacute; apoiar a escolta de presos&rdquo;</em>, garantiu. As atividades no pres&iacute;dio seguem normalizadas, segundo o tenente-coronel, inclusive o servi&ccedil;o de alimenta&ccedil;&atilde;o aos detentos.<br />
<br />
A estrat&eacute;gia de ocupa&ccedil;&atilde;o foi minuciosa, segundo informou o coordenador da a&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Fizemos uma invers&atilde;o. Dessa vez, ocupamos ao mesmo tempo a parte interna e a externa e cada setor, passo a passo&rdquo;</em>, frisou.&nbsp; A a&ccedil;&atilde;o foi definida ap&oacute;s informa&ccedil;&otilde;es de que os presos estariam se mobilizando internamente e apresentando sinais de desordem.<br />
<br />
Essa &eacute; a segunda vez que os militares realizam interven&ccedil;&atilde;o na unidade. A medida tem respaldo judicial, conforme decis&atilde;o do Tribunal de Justi&ccedil;a do dia 3 de mar&ccedil;o. H&aacute; 11 dias, durante a primeira interven&ccedil;&atilde;o da PM no local, foram encontradas centenas de armas artesanais, celulares e outros materiais ilegais, al&eacute;m de um t&uacute;nel de mais de 10 metros de extens&atilde;o.<br />
<br />
<img alt="" src="http://www.afnoticias.com.br/administracao/files/images/Foto%203%20-%20materiais%20encontrados%20em%20celas%20e%20com%20presos%20do%20CPP%20em%2016-03-15-%20Fotos%20Carlos%20Magno-Secom.jpg" style="width: 600px; height: 368px;" /></span><br />

Comentários pelo Facebook: