Sobral – 300×100
Seet

Abatedouro clandestino a céu aberto é interditado em Santa Fé do Araguaia durante fiscalização da Adapec e MPE

admin -

<span style="font-size:14px;">Uma opera&ccedil;&atilde;o conjunta do Minist&eacute;rio P&uacute;blico Estadual (MPE) e Ag&ecirc;ncia de Defesa Agropecu&aacute;ria (Adapec), realizada na madrugada desta quarta-feira, 18, resultou na interdi&ccedil;&atilde;o de um abatedouro clandestino de gado localizado no munic&iacute;pio de Santa F&eacute; do Araguaia, na regi&atilde;o Norte do Estado.<br />
<br />
O abatedouro funcionava em uma fazenda, a c&eacute;u aberto, sem qualquer infraestrutura que possibilitasse as condi&ccedil;&otilde;es m&iacute;nimas de higiene nem o chamado &ldquo;abate humanit&aacute;rio&rdquo;, que visa minimizar o sofrimento dos animais que ser&atilde;o abatidos. Por ser clandestino, o abatedouro tamb&eacute;m n&atilde;o possui nenhum dos documentos exigidos para esse tipo de estabelecimento, como licen&ccedil;as e alvar&aacute;s.<br />
<br />
As equipes chegaram ao local ap&oacute;s uma den&uacute;ncia. Segundo as informa&ccedil;&otilde;es iniciais, levantadas no local, o matadouro atendia diversas fazendas, chegando a abater 50 animais ao m&ecirc;s. No momento da inspe&ccedil;&atilde;o, duas carca&ccedil;as de bovinos, rec&eacute;m-abatidos, foram apreendidas com vistas &agrave; imediata inutiliza&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
Em raz&atilde;o das irregularidades, a Adapec lavrou auto de infra&ccedil;&atilde;o e ir&aacute; elaborar relat&oacute;rio t&eacute;cnico, que ser&aacute; remetido ao MPE para as provid&ecirc;ncias legais. &ldquo;O relat&oacute;rio ensejar&aacute;, al&eacute;m das medidas administrativas j&aacute; adotadas, provid&ecirc;ncias c&iacute;veis e criminais&rdquo;, informou a Promotora de Justi&ccedil;a e coordenadora do Centro de Apoio Operacional (Caop) do Consumidor, Ara&iacute;na D&#39;Alessandro. Foi o Caop do Consumidor que representou o MPE na opera&ccedil;&atilde;o.</span>

Comentários pelo Facebook: