Sobral – 300×100
Seet

Tempervidros inaugura unidade em Araguaína no dia 10 de abril; empresa atenderá TO, PA e MA

admin -

<span style="font-size:14px;">O grupo Tempervidros, maior empresa de beneficiamento de vidros do Centro-Oeste, inaugura sua primeira unidade fabril no Distrito Agroindustrial de Aragua&iacute;na (Daiara), no pr&oacute;ximo dia 10 de abril. A f&aacute;brica j&aacute; est&aacute; em funcionamento no Distrito desde o final do ano passado e, a partir de agora, come&ccedil;a oficialmente a comercializa&ccedil;&atilde;o.<br />
<br />
O gerente da unidade em Aragua&iacute;na, Elair Marques Sander, comentou o porqu&ecirc; da escolha da cidade. <em>&ldquo;Conhecemos o potencial da regi&atilde;o e acreditamos em Aragua&iacute;na, porta de entrada para o Norte do Brasil, bem como uma &aacute;rea de prospec&ccedil;&atilde;o de clientes para bons neg&oacute;cios&rdquo;,</em> adiantou Sander. Ele ainda acrescenta que pretende fortalecer e contribuir com a regi&atilde;o a partir da gera&ccedil;&atilde;o de mais empregos, proporcionando aos clientes novas tecnologias e produtos, atrav&eacute;s da revenda de alum&iacute;nio e ferragens.<br />
<br />
Ainda segundo o gerente, o apoio da Prefeitura foi &quot;essencial&quot; para a instala&ccedil;&atilde;o da unidade no Distrito.&nbsp;<br />
<br />
Com a iminente inaugura&ccedil;&atilde;o, o prefeito Ronaldo Dimas disse que um dos objetivos &eacute; continuar revitalizando o Daiara, captar novas ind&uacute;strias e gerar mais empregos. <em>&quot;A iniciativa da Tempervidros significa que o grupo est&aacute; acreditando na regi&atilde;o&rdquo;</em>, ressaltou o prefeito, acrescentando que al&eacute;m dessa, outras grandes empresas est&atilde;o acreditando no desenvolvimento da cidade.<br />
<br />
<u><strong>Mais emprego e renda</strong></u><br />
<br />
A f&aacute;brica da Tempervidros possui uma carteira de 70 clientes vidraceiros da regi&atilde;o, localizados na intersec&ccedil;&atilde;o do Tocantins, Par&aacute; e Maranh&atilde;o, em um raio de abrang&ecirc;ncia de 300 km. Os produtos comercializados no atacado s&atilde;o vidros temperados e comuns. <em>&ldquo;Atualmente, temos aqui capacidade para produzir at&eacute; 18 mil metros quadrados, por m&ecirc;s de vidros. Hoje, produzimos cerca de 8 mil e com grande perspectiva para produzir mais&rdquo;</em>, assegurou Sander.<br />
<br />
Contabiliza um total de 35 funcion&aacute;rios distribu&iacute;dos em escrit&oacute;rio, almoxarifado, &aacute;rea de produ&ccedil;&atilde;o. O gerente ressalta que 95% das vagas ofertadas pelo grupo foram reservadas e ocupadas por trabalhadores de Aragua&iacute;na, como forma de incentivar, valorizar e capacitar a m&atilde;o de obra local.&nbsp; <em>&ldquo;Nossa expectativa &eacute; que este n&uacute;mero aumente at&eacute; o final do ano para 50 funcion&aacute;rios, quando devemos ampliar a produ&ccedil;&atilde;o com a chegada do vidro laminado, utilizado como elemento de estruturas como sacadas, escadas, fachadas e &aacute;reas externas&rdquo;</em>, explicou o gerente da f&aacute;brica.<br />
<br />
Tamb&eacute;m preocupada com a preserva&ccedil;&atilde;o do meio ambiente, a diretoria da Tempervidros est&aacute; recebendo sucatas de vidro e enviando para reciclagem em S&atilde;o Paulo para posterior reutiliza&ccedil;&atilde;o. A unidade de Aragua&iacute;na conta tamb&eacute;m com uma Esta&ccedil;&atilde;o de Tratamento de Efluentes, para tratar e reutilizar os res&iacute;duos da &aacute;gua, usada durante o processo de polimento.</span>

Comentários pelo Facebook: