Seet
Sobral – 300×100

TO aposta na produção de mel e adota ações de incentivo aos apicultores

admin -

<span style="font-size:14px;">O Tocantins conta com uma produ&ccedil;&atilde;o m&eacute;dia de 200 toneladas de mel por ano, e a apicultura tem se mostrado uma atividade rent&aacute;vel para agricultores familiares.&nbsp; Para garantir que o setor se expanda cada vez mais, o Governo do Estado incentiva &agrave; produ&ccedil;&atilde;o com semin&aacute;rios, congressos, capacita&ccedil;&otilde;es, entre outras a&ccedil;&otilde;es.<br />
<br />
Umas das iniciativas do Governo para incentivar os mais de 1.400 produtores, divididos em 54 associa&ccedil;&otilde;es e duas cooperativas ap&iacute;colas, &eacute; a distribui&ccedil;&atilde;o de kits que cont&ecirc;m diversos produtos, entre eles: caixa, macac&atilde;o, luvas, fumegador, botas, coletor e colmeia, centr&iacute;fugas, mesas, tanques de decanta&ccedil;&atilde;o e cilindros.<br />
<br />
De acordo com a coordenadora de Inclus&atilde;o Produtiva da Secretaria do Trabalho e Assist&ecirc;ncia Social, Mara Noleto, das associa&ccedil;&otilde;es existentes no Estado, apenas 12 ainda n&atilde;o foram beneficiadas com os kits, mas j&aacute; apresentaram sua situa&ccedil;&atilde;o e suas demandas. <em>&ldquo;Um segundo passo ser&aacute; a realiza&ccedil;&atilde;o de uma capacita&ccedil;&atilde;o nos munic&iacute;pios, com dura&ccedil;&atilde;o de 40 horas&rdquo;</em>, ressaltou.<br />
<br />
Os munic&iacute;pios que receber&atilde;o as capacita&ccedil;&otilde;es e poder&atilde;o ser contemplados com os equipamentos de apicultura s&atilde;o Abreul&acirc;ndia, Aurora do Tocantins, Cachoeirinha, Cristal&acirc;ndia, Lizarda, Mateiros, Monte do Carmo, Novo Acordo, Piraqu&ecirc;, Recursol&acirc;ndia, S&atilde;o F&eacute;lix do Tocantins e Taipas.<br />
<br />
De acordo com informa&ccedil;&otilde;es da Secretaria de Desenvolvimento da Agricultura e Pecu&aacute;ria, o Estado j&aacute; conta com casas de mel e entrepostos de processamento constru&iacute;dos a partir de uma parceria entre a Secretaria, Funda&ccedil;&atilde;o Banco do Brasil e a Federa&ccedil;&atilde;o Tocantinense de Apicultores (Fetoapi).<br />
<br />
<u><strong>Experi&ecirc;ncia</strong></u><br />
<br />
O apicultor Jacinto Fernandes da Silva trabalha no setor h&aacute; 18 anos e acredita que a produ&ccedil;&atilde;o de mel tem um potencial muito grande no Tocantins. <em>&ldquo;O consumo de mel no Estado tem crescido e para atender ao mercado, a produ&ccedil;&atilde;o precisa crescer mais ainda. Acredito que a parceria Governo, munic&iacute;pios e o trabalho de cada um &eacute; o que mais fortalece o setor&rdquo;</em>, apontou.<br />
<br />
O apicultor tamb&eacute;m aponta que o setor tem apresentado resultados muito positivos para quem investe.<em> &ldquo;Vale muito a pena. Estou h&aacute; 18 anos no mercado e n&atilde;o quero sair. &Eacute; bom pela colheita do mel, a gera&ccedil;&atilde;o de venda, a conviv&ecirc;ncia pac&iacute;fica com o meio ambiente, entre tantos outros benef&iacute;cios&rdquo;</em>, pontuou.</span>

Comentários pelo Facebook: