Sobral – 300×100
Seet

Marcelo foi quem mais concedeu benefícios, mas impactos ficavam para sucessores, diz Eduardo Siqueira

admin -

<span style="font-size:14px;">O deputado Eduardo Siqueira Campos (PTB) participou na tarde desta ter&ccedil;a-feira, 31, de audi&ecirc;ncia p&uacute;blica realizada pela Assembleia Legislativa para discutir a situa&ccedil;&atilde;o financeira e or&ccedil;ament&aacute;ria do Estado.<br />
<br />
Em sua fala, o deputado Eduardo Siqueira Campos apresentou n&uacute;meros oficiais sobre a evolu&ccedil;&atilde;o dos custos com folha de pagamento. Eduardo apontou que as dificuldades financeiras tiveram in&iacute;cio a partir das concess&otilde;es de benef&iacute;cios a diversas categorias de servidores a partir de 2004, inclusive com leis que transformaram cargos de n&iacute;vel m&eacute;dio para n&iacute;vel superior, al&eacute;m da implementa&ccedil;&atilde;o de Plano de Carreiras, contendo progress&otilde;es que impactaram nas contas do Estado, e tiveram um aumento expressivo entre os anos de 2007 a 2010.<br />
<br />
Eduardo Siqueira apontou que, ao assumir o Governo pela quarta vez em janeiro de 2011, seu pai, o ex-governador Siqueira Campos encontrou uma folha de pagamento R$ 458 milh&otilde;es maior do que em 31/12/2010, data do &uacute;ltimo dia do governo Carlos Gaguim. Eduardo ressaltou tamb&eacute;m o aumento em mais de R$ 400 milh&otilde;es no repasse para outros Poderes e Institui&ccedil;&otilde;es. <em>&ldquo;Encontramos o Governo com mais R$ 458 milh&otilde;es a mais de folha e com outros R$ 400 milh&otilde;es a menos de caixa em virtude do aumento dos repasses</em>&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
Eduardo Siqueira recha&ccedil;ou afirma&ccedil;&atilde;o do l&iacute;der do Governo de que o Estado deixou de realizar projetos estruturantes. <em>&ldquo;Mesmo assumindo o Estado com mais de R$ 70 milh&otilde;es de d&iacute;vidas com o PASEP, nos reunimos com o Banco Mundial, retomamos o PDRIS, que j&aacute; era dado como perdido, onde pudemos executar a recupera&ccedil;&atilde;o de estradas e rodovias e tamb&eacute;m conclu&iacute;mos duas grandes pontes (Lajeado e Barra do Ouro), todos projetos estruturantes e importantes para o Estado&rdquo;,</em> citou.<br />
<br />
Eduardo Siqueira reconheceu que o governador Marcelo Miranda &eacute; o que mais concedeu benef&iacute;cios para os servidores, no entanto, ressaltou que os impactos financeiros sempre ficaram para seus sucessores administrarem. <em>&ldquo;&Eacute; preciso reconhecer que o governador Marcelo Miranda &eacute; o que mais concedeu benef&iacute;cios aos servidores, mas o tempo dir&aacute; se foi o que mais cumpriu, pois retornou ao Governo e tem agora esta oportunidade&rdquo;</em>, afirmou.&nbsp;<br />
<br />
O Parlamentar finalizou afirmando que este &eacute; o momento para que estas quest&otilde;es sejam dirimidas e o Estado siga o seu rumo de desenvolvimento.</span>

Comentários pelo Facebook: