Seet
Sobral – 300×100

Seduc solicita que novas viaturas auxiliem na segurança de escolas

admin -

<span style="font-size:14px;">Durante o evento de entrega de 97 novas viaturas &agrave; Pol&iacute;cia Militar Rodovi&aacute;ria e Ambiental, nesta quarta-feira (1&ordm;), a subsecret&aacute;ria de Estado da Educa&ccedil;&atilde;o, Morgana Gomes, solicitou ao Comandante Geral da PM, coronel Glauber de Oliveira, que as novas viaturas auxiliem no combate &agrave; viol&ecirc;ncia nas escolas estaduais.&nbsp;<br />
<br />
Para Morgana, a ronda policial &eacute; apenas uma das alternativas que a Secretaria est&aacute; buscando concretizar para intensificar a seguran&ccedil;a nas escolas.&nbsp; <em>&ldquo;A Seduc estar&aacute; sempre apta a buscar parcerias na tentativa de solucionar as dificuldades existentes. Hoje estabelecemos com a PM um acordo para resolver essa causa e efetivar a integra&ccedil;&atilde;o entre as pastas&rdquo;</em>, destacou.<br />
<br />
Segundo o coronel Glauber, a Pol&iacute;cia Militar tem compromisso e responsabilidade com a sociedade, principalmente no que diz respeito &agrave; seguran&ccedil;a.&nbsp; De acordo com o comandante geral da PM, a efetiva&ccedil;&atilde;o das rondas policiais nas escolas dever&aacute; ser discutida juntamente com a Secretaria de Educa&ccedil;&atilde;o. <em>&ldquo;Vamos nos reunir com a Seduc e discutir as a&ccedil;&otilde;es que ser&atilde;o desenvolvidas para garantir paz nas unidades de ensino&rdquo;</em>, ressaltou.<br />
<br />
<u><strong>Viol&ecirc;ncia nas escolas</strong></u></span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Um estudante foi esfaqueado na porta d</span><span style="font-size:14px;">a Escola Estadual Rui Barbosa, em Aragua&iacute;na, na &uacute;ltima segunda-feira (30), ap&oacute;s uma&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">discuss&atilde;o envolvendo dois adolescentes, ambos de 16 anos, que come&ccedil;ou dentro da unidade por causa de um bon&eacute;.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Ap&oacute;s a briga dentro da escola, um dos estudantes pulou o muro, buscou uma faca e esperou a sa&iacute;da do outro menor. A v&iacute;tima foi atingida no abd&ocirc;men, socorrida pelo Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional de Aragua&iacute;na.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">No dia 24 de mar&ccedil;o,&nbsp;</span><span style="font-size:14px;">o adolescente Edson Moreira Alves da Silva, de 17 anos, foi surpreendido por um menor de 15 anos na frente da Escola Estadual C&acirc;ndido Figueira, onde estudava, em Figueir&oacute;polis. O rapaz estava armado com uma pistola e disparou tr&ecirc;s vezes contra o jovem, que morreu na hora. Conforme a Pol&iacute;cia, o motivo do crime foi uma discuss&atilde;o entre os dois adolescentes por causa de uma motocicleta. Depois de matar Edson, o menor de 15 anos fugiu.</span><br />
<br />
<span style="font-size:14px;">Momentos ap&oacute;s saber sobre a morte do filho, o pai Valdenir Alves da Silva, de 38 anos, que estava em uma fazenda a 5 km de Figueir&oacute;polis, perdeu o controle da camionete e bateu de frente com um caminh&atilde;o, na BR-153.&nbsp;No acidente, duas pessoas da mesma fam&iacute;lia morreram: Sidnei Mendes de Jesus, 28 anos, e Regionaldo Tavares Furtado, 35 anos. O pai do adolescente foi encaminhado em estado grave para o Hospital Regional de Gurupi. Ele continua internado em estado grave na UTI da unidade.</span>

Comentários pelo Facebook: