Sobral – 300×100
Seet

Velocidade e embriaguez estão entre as principais causas de acidente de trânsito, alerta Detran

admin -

<span style="font-size:14px;">Despreparo do condutor, embriaguez, velocidade, uso irregular ou aus&ecirc;ncia do cinto de seguran&ccedil;a ou capacete por parte do motociclista est&atilde;o entre as principais causas de acidentes de tr&acirc;nsito. Segundo os dados do Hospital Geral de Palmas (HGP), o setor de ortopedia atende uma m&eacute;dia de 300 pessoas por m&ecirc;s, sendo que um n&uacute;mero significativo dos pacientes s&atilde;o v&iacute;timas de acidente de tr&acirc;nsito.<br />
<br />
De acordo com o gerente de fiscaliza&ccedil;&atilde;o e seguran&ccedil;a do Departamento Estadual de Tr&acirc;nsito do Tocantins (Detran-TO), Geraldo Magela, a combina&ccedil;&atilde;o velocidade e embriaguez &eacute; a principal causa de acidentes no tr&acirc;nsito. <em>&ldquo;No aspecto do comportamento do condutor, temos a quest&atilde;o do uso do &aacute;lcool. O condutor n&atilde;o est&aacute; tendo responsabilidade na hora de conduzir o ve&iacute;culo&rdquo;</em>, alertou.<br />
<br />
O gerente de fiscaliza&ccedil;&atilde;o destacou que nos per&iacute;odos de feriado, o n&uacute;mero de acidentes &eacute; mais elevado e passou orienta&ccedil;&otilde;es b&aacute;sicas para os condutores. <em>&ldquo;Antes de fazer uma viagem &eacute; importante fazer um planejamento, buscar informa&ccedil;&otilde;es da via pela qual ir&aacute; trafegar e verificar as condi&ccedil;&otilde;es do ve&iacute;culo. Sem contar que o cuidado precisa se intensificar com as condi&ccedil;&otilde;es adversas, como o per&iacute;odo de chuvas</em>&rdquo;, afirmou.<br />
<br />
Quando o assunto &eacute; infra&ccedil;&otilde;es de tr&acirc;nsito no Estado, aparecem ainda atitudes causadoras de acidentes e que deixam mais vulner&aacute;veis as vidas de condutores e passageiros, como dirigir com velocidade acima da permitida, dirigir falando ao celular, n&atilde;o usar o cinto de seguran&ccedil;a e transitar pela contram&atilde;o.<br />
<br />
As v&iacute;timas de acidentes de tr&acirc;nsito sofrem, principalmente, fraturas nos membros inferiores, por isso, os n&uacute;meros de atendimentos no HGP, nos setores da ortopedia, cirurgia geral, e em alguns casos, os da neurocirurgia t&ecirc;m se mostrado bem significativos.<br />
<br />
<u><strong>Cuidados</strong></u><br />
<br />
A dire&ccedil;&atilde;o defensiva &eacute; apresentada como a principal forma de se evitar acidentes. Baseado na no&ccedil;&atilde;o de que em todo acidente sempre est&aacute; presente uma falha humana relacionada ou a neglig&ecirc;ncia, ou a imprud&ecirc;ncia, ou a imper&iacute;cia, ou seja, falta de t&eacute;cnica necess&aacute;ria para conduzir um ve&iacute;culo, a dire&ccedil;&atilde;o defensiva pretende que o motorista que a emprega seja um elemento ativo na altera&ccedil;&atilde;o ou na elimina&ccedil;&atilde;o dos fatores que possam causar acidentes.<br />
<br />
Ainda de acordo com Geraldo Magela, o condutor de um ve&iacute;culo deve estar atento &agrave;s normas previstas por lei.&nbsp; <em>&ldquo;Crian&ccedil;as com menos de sete anos n&atilde;o podem ser carregadas na garupa de motocicletas, e o uso do beb&ecirc; conforto tamb&eacute;m &eacute; uma obrigatoriedade na hora de carregar uma crian&ccedil;a&rdquo;</em>, explicou.</span>

Comentários pelo Facebook: