Sobral – 300×100
Seet

Parceiros definem contribuição de cada órgão para implantação do Parque Tecnológico de Araguaína

admin -

<span style="font-size:14px;">A Prefeitura&nbsp;de Aragua&iacute;na j&aacute; apresentou&nbsp;ao Governo do Estado o projeto do Parque Tecnol&oacute;gico de Aragua&iacute;na ( PQTA). Foram tr&ecirc;s reuni&otilde;es que aconteceram no final do m&ecirc;s de mar&ccedil;o, no Pal&aacute;cio Araguaia, na sede da Federa&ccedil;&atilde;o das Ind&uacute;strias do Estado do Tocantins (Fieto) e na Secretaria&nbsp;Estadual&nbsp;de Desenvolvimento Econ&ocirc;mico e Turismo (Sedetur),&nbsp;em Palmas.<br />
&nbsp;<br />
O encontro contou com a presen&ccedil;a do prefeito de Aragua&iacute;na, Ronaldo Dimas, do secret&aacute;rio municipal da Fazenda, Fabiano Sousa, deputados estaduais, do governador Marcelo Miranda, secret&aacute;rios estaduais, al&eacute;m de representantes da ind&uacute;stria do Estado e do Sebrae, parceiros do projeto desde 2014.<br />
&nbsp;<br />
Ap&oacute;s a apresenta&ccedil;&atilde;o do projeto, o Governo do Estado se comprometeu em apresentar at&eacute; o dia 14 de abril&nbsp;qual ser&aacute; a participa&ccedil;&atilde;o&nbsp;e a contribui&ccedil;&atilde;o de cada &oacute;rg&atilde;o do governo na implanta&ccedil;&atilde;o e execu&ccedil;&atilde;o do PQTA. Ficou decidido tamb&eacute;m que no in&iacute;cio de maio de 2015 acontecer&aacute; uma reuni&atilde;o em Aragua&iacute;na&nbsp;com todos os parceiros do projeto&nbsp;para assinatura de um protocolo de inten&ccedil;&otilde;es do Parque&nbsp;Tecnol&oacute;gico.<br />
&nbsp;<br />
<strong><u>O que &eacute; PQTA</u></strong><br />
<br />
O Parque Tecnol&oacute;gico &eacute; uma solu&ccedil;&atilde;o que oferece infraestrutura de baixo custo e um ambiente onde empresas podem formar&nbsp;<em>clusters&nbsp;</em>(grupos de integra&ccedil;&atilde;o) e compartilhar facilidades, como &aacute;reas comuns, comunica&ccedil;&atilde;o de alta velocidade, engenharia e outros servi&ccedil;os; sua constitui&ccedil;&atilde;o envolve universidades, laborat&oacute;rios de pesquisa, empresas de alta tecnologia e prestadoras de servi&ccedil;os correlatos.<br />
&nbsp;<br />
<u><strong>P&uacute;blico-alvo</strong></u><br />
<br />
Empresas, incubadoras, hot&eacute;is tecnol&oacute;gicos e institui&ccedil;&otilde;es de ensino que atuam e desenvolvem projetos relacionados ao agroneg&oacute;cio, energia renov&aacute;vel e biotecnologia. Sua &aacute;rea de atua&ccedil;&atilde;o abranger&aacute; tamb&eacute;m munic&iacute;pios pr&oacute;ximos a Aragua&iacute;na.<br />
&nbsp;<br />
<strong><u>Objetivos</u></strong><br />
<br />
Impulsionar o desenvolvimento cient&iacute;fico e tecnol&oacute;gico da regi&atilde;o bem como o fortalecimento da ind&uacute;stria ligada &agrave; &aacute;rea de silvicultura, biotecnologia e energias renov&aacute;veis; aumentar a competitividade das empresas existentes e criar novas empresas; atrair novas atividades de pesquisa, desenvolvimento e produ&ccedil;&atilde;o de bens e servi&ccedil;os inovadores; atrair novas empresas de base tecnol&oacute;gica para Aragua&iacute;na e regi&atilde;o, dentre outros.<br />
&nbsp;<br />
<strong><u>Localiza&ccedil;&atilde;o</u></strong><br />
<br />
O munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na j&aacute; destinou uma &aacute;rea de 540.000 m&sup2; para implanta&ccedil;&atilde;o do PQTA, &aacute;rea&nbsp;adjunta ao Distrito Agroindustrial de Aragua&iacute;na (DAIARA) e a Zona de Processamento para Exporta&ccedil;&atilde;o (ZPE).<br />
<br />
A gest&atilde;o do projeto ser&aacute;&nbsp;feita&nbsp;por representantes do Munic&iacute;pio de Aragua&iacute;na e institui&ccedil;&otilde;es parceiras.&nbsp;O&nbsp;prazo&nbsp;do projeto &eacute; de nove anos, com in&iacute;cio em 2015 e t&eacute;rmino em 2022.</span><br />

Comentários pelo Facebook: